Com amor, todo sonho é possível

Compromissos

Boa tarde, linda tarde de inverno

Sempre que nos propomos a caminhar, inúmeros fatores interferem, impossibilitando chegarmos ao nosso destino:
ignorância - esta é desafiante, por desconhecermos muito do mundo virtual, ficamos estagnadas, tateando no escuro como apresentar as ideias, pensamentos e tantas outras coisas que vêm à nossa mente; mas, ao conhecermos a elainegaspareto.com, parte de nossa ignorância é dissipada, porque ela tem uma forma muito especial de compartilhar "o conhecimento", tornando mais segura, fácil e linda a apresentação
de nossas ideias. Ela nos dá condições de sair do ostracismo, nossa eterna gratidão.

egoísmo - desde pequeninos somos chamados por Deus a pensar em nossos irmãos. A amarmos uns aos outros. Devemos, sempre, olhar o outro com os olhos do coração(amor) e não com os nossos olhos carnais . Como povos "civilizados", somos criados para respeitarmos uns aos outros, a preservar o patrimônio comum, pois dele precisamos.
O olhar do coração é altruísta, procura ver além da aparência, é mais subjetivo e menos "eu".
O outro olhar é muito egoísta, imediatista, muito objeto e só eu.

Só mencionaremos estes dois, porque queremos mesmo falar do egoísmo.
Por conta do egoísmo, muitas  obras e ações não são concretizadas e, se são não recebem apoio, também inviabilizam a caminhada.
Quando a comunidade consegue algumas melhorias, invariavelmente existem críticas, porque atende a alguns e dificulta a outros. A briga é pelo asfalto, pela energia, comunicação, transporte e tantos outros bens comuns.
Nós não podemos estancar o crescimento, nós não podemos impedir que as melhorias sejam implantadas.
Nós temos compromissos com a comunidade, de exigir, vistorear, alertar e divulgar o que é bom para nós e, para nossa comunidade.
Um ano depois de ir morar na praia(moramos por 18 anos), as faixas de areia que levavam ao forte, se transformaram em avenida, com duas pistas, tendo no meio um canteiro muito bonito. Os moradores pagaram por essa obra, na época nós ficamos assustados, porque o valor era maior do que pagamos pela casa (a inflação provocou isso). Pagamos, porque veio o carnê e era uma benfeitoria para todos. O nosso imóvel valorizou muito também.
Com uma calçada de 7,5m era gostoso colocar as cadeiras fora, apreciar o movimento e o morro em frente, numa dessas tardes percebemos uma sra. cutucando a terra e roubando todas as flores do canteiro.
Fomos criados para sempre respeitar os outros, os bens comuns e nunca jogar nada no chão. Ficamos indignados, fomos conversar com a sra., ela começou a gritar que nós éramos loucos. Agarrou a sacola cheia das plantas e foi embora.
Contei esta historinha para ilustrar o que está acontecendo em locais afastados de nosso bairro: roubo de fios da rede de telefonia, que já se tornou habitual. 
Lembro que quando nos mudamos para a chácara, precisamos instalar outro telefone, para as emergências, vinha de outra rede. Papai ligava quase todos os dias e tínhamos que sair correndo para atendê-lo, quando sua doença piorou veio morar na chácara, mas precisávamos estar sempre em contato com o convênio e os médicos. Telefone é necessidade não é um luxo. Passada a fase crítica, cancelamos a outra linha, mesmo porque não temos condições de manter 2 linhas.
Pensem como é morar em local afastado, sem condução, estradas de terra e sem telefone e internet.
Só quem mora é que sabe mensurar o que estamos passando.
Não acreditamos que as pessoas que estão roubando o façam para matar a fome dos filhos.
São pessoas que encontram nos receptadores parceiros ideais do vandalismo.
São pessoas que talvez não tenham família ou se a têm não dão o devido valor.
São pessoas presas a uma mente doente que não conseguem pensar no mal que estão fazendo.
São pessoas que só pensam nelas, não pensam que estão destruindo um patrimônio que é delas e dele podem precisar.
São pessoas amorais, egoístas e descomprometidas com a Nação como um todo. São párias.
Na noite de 27 de julho ficamos novamente sem telefone e internet, ficamos os dias 28, 29 e só na manhã de hoje foi restaurada a linha.
Será que não ocorreu nenhuma emergência? ninguém está preocupado com isso, um a mais, outro a menos, não faz diferença.
Somos apenas estatística do progresso.
Se existe uma alternativa para evitar tantos roubos e tanto dinheiro gasto com a reposição, porque a empresa não substitui por fibra ótica, mais eficiente e sem atrativo para o bandido? Já sugerida em diversas ocasiões.
Será que estão comprometidos com o bom atendimento à população?
Se nós não pudermos pagar nossa conta somos bloqueados e, quando não somos atendidos a contento?
E, nossos compromissos que não pudemos cumprir?
E as emergências não atendidas?
Será que somos loucos?
Abraços muito carinhosos

4 comentários:

  1. Que absurdo isso, o pior é que parece não ter solução, estamos a disposição dos bandidos, sem defesa, sem ninguém pra nos proteger ou tomar as devidas providências.
    Me parece que só há uma solução: Rezar! rezar muito e deixar que Deus cuide de nós.
    Bom final de semana.
    Beijocas...

    ResponderExcluir
  2. Menina, já passei um pouco por esta situação, quando fui morar num lugar que estava começando a crescer ...... Infelizmente até hoje acontecem coisas assim, as empresas só querem nosso pagamento no final do mes, mas os consertos e investimentos necessários demoram muito. Isto é Brasil! Triste, muito triste.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  3. Acabei de chegar em seu espaço e já estou seguindo. Li algumas postagens e vi que aqui encontro vida.
    Voltarei com calma, pois o sono está começando a chegar. Quero ler tudo que já postou. Acho que encontrei mais um cantinho do bem.
    Bjks
    Renata http://cercaviva.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  4. Já comentei aqui, mas hoje faço questão de comentar novamente e agora de uma outra forma.
    realmente continuei circulando e lendo suas postagens e acho que precisamos mesmo aumentar essa corrente do bem na net.Quem sabe se não encontrando compradores para o que roubam, os ladrões optem por outros caminhos mais dignos, né? Mudar a mentalidade social é extremamente necessário. O bem comum só vai existir se a ganância de quem está no topo da pirâmide social não "comprar" a base...

    ResponderExcluir