Com amor, todo sonho é possível

A arte de tecer é lúdica!

Bom dia, magnífico dia para todos.
A Idinha ensinando o acabamento da golinha de crochê à Marília.

É muito gratificante ver o final da peça, a Idinha ficou muito feliz, a Marília mais ainda, porque em duas aulas já estava com a golinha concluída.
Ontem, na parte da manhã, foi dia de aula no Posto de Saúde, a Idinha é orientadora das aulas de tricô, crochê e tear. Gosto muito de participar, aprendemos sempre.
A nossa primeira intenção quando iniciamos os cursos era estimular a participação das crianças e adolescentes para o aprendizado das artes manuais.
Somos do tempo em que costura, tricô, tapeçaria, marcenaria e outras atividades faziam parte do curriculo escolar.
Acreditamos que o ensino era melhor e o respeito ao professor também, em decorrência dessas matérias que eram obrigatórias e promoviam uma maior interação entre alunos e mestres.
Todas as pesquisas apontam que: precisamos desenvolver as duas áreas de nosso cérebro, se estimularmos apenas uma, haverá um  desequilíbrio e nossa personalidade poderá ser alterada.
Assim, uma criança que só recebe estímulos rígidos - terá uma personalidade + rígida.
A área da arte é muito lúdica, prazeiroza, estimulante - se intermeada com disciplinas mais estressantes, poderá promover no aluno um maior interesse pela escola. O lúdico dá prazer, une e provoca a busca por um conhecimento maior.
Não sou perita no assunto, apenas observadora do mundo que faço parte.
No dia 25 de setembro participamos da comemoração dos 8 anos de implantação da Escola da Família.
A convite da Danila responsável pela Escola da Família da E.E.Pietro Petri, passamos o dia interagindo com representantes das cidades de Caieiras, Francisco Morato e escolas de Mairiporã. Foi maravilhoso, aprendemos muito e também compartilhamos o nosso conhecimento.
Hoje, como estamos participando da Escola da  Família, observamos de perto o empenho e o compromisso de pessoas que abraçam a causa, proporcionando oportunidades  de descoberta de talentos, criando laços entre escola e comunidade: atividades esportivas, intelectuais, sociais e manuais.

Aprendemos as flores com a Nair Esteves; a Lúcia ensinou flores e trico de dedo; a Lourdes monopolizou com as aulas de Origami, agora aprendi o Tsuru e no final ainda recebemos mimos da Danila.
Um bom dia a todos
Abraços cainhosos

2 comentários:

  1. Acho super importante essa oportunidade de ensinar aos jovens e crianças as artes manuais, que são lindas e de certa forma, ajuda de muitas maneiras, como terapia e até mesmo para ganhar dinheiro.
    Bom domingo.
    Beijocas...

    ResponderExcluir
  2. Faz tanta falta esse tipo de aprendizado... Gostaria que as escolas trabalhassem essas aptidões com os alunos. Isso faria muita diferença.

    ResponderExcluir