Com amor, todo sonho é possível

A tristeza

Oi boa noite, como está? tudo bem?
Eu estou triste.
A tristeza é um sentimento chato e estranho, faz doer nosso coração e até nosso corpo não quer responder aos nossos estímulos.
Há mais ou menos uns 15 dias meu galo Dindão deu uma voadora para defender sua namorada e como é muito pesado quebrou o pé: o que fazer? começamos a passar arnica e ele se mantinha, embora deitado, ainda namorava, comia bem e bebia. Na quarta feira passada, já havia tratado de todos os animais, começou a chuva eu entrei. Quando fui à lavanderia para retirar a roupa da máquina, vi o meu Dindão na chuva e deitado , a cabeça toda ensanguentada e de lado. Passei por ele, achei que estivesse morto, dei um grito de dor e olhei para o local onde o havia deixado - cheio das penas dele, houve briga.
Quando retornei, ao passar por ele, ele movimentou a cabeça, corri peguei uma toalha e o acomodei.
Sou lerda e me dá branco total, em situações de acidente, procurei me acalmar e pensei na internet...BINGO.
Passei Merthiolate spray protegendo os olhos e o hidratei com colher.
Na hora que meu marido chegou em casa.pedi que levasse embora o Apache, achei muita covardia atacar o Dindão, naquele estado.
Estou hidratando com seringa e alimentando com banana em tiras.
Retirei do convívio com os outros e o mantinha na frente da lavanderia, para poder controlar melhor o seu progresso.
Hoje, uma semana depois do ocorrido, logo após chegar do Posto de Saúde, tratei dos animais e estava fazendo um bolo, quando começou um alarido das cachorras, não acreditei quando vi: o Leleco (o Danilo trouxe para casa como galinha - Lilica - que se transformou no Leleco) em cima do Dindão, fazendo mais estrago.
Não gosto de brigas, agressões, fujo de pessoas agressivas, meus cachorros são doces, obedientes, meus gatos são fofíssimos, não gosto de bater em animais e nem permito que batam. Vendo aquela cena comecei a chorar, não sei se ele vai melhorar, mas dói olhar um animal que se gosta no estado que está.
O Dindão dava conta das galinhas de forma tranquila, nunca agrediu, só dava as voadoras e ficava nisso.
Observo muito meus bichinhos e sinto a tristeza que tomou conta do galinheiro.
Os animais como as pessoas agressivas, são como erva daninha, sufocam tudo que tem vida, dominam na pressão, tornam tudo enegrecido, estéril, triste.
O agressor quer sempre a vida de quem está agredindo, caso típico da inveja.
Perdoe, mas precisava colocar aqui, para ver se alivia a minha dor.
Abraços carinhosos

3 comentários:

  1. Oi Maria Teresa, é a Vi, ter bichos de estimação é assim mesmo, a gente se apega e sofre.
    De algumas gotinhas de anador para tirar a dor, e vá tratando o machucado, deixe ele separado e logo ele se recupera.
    Pior são os racionais, você viu aqueles jovens que arrebentaram com a cara daquele estudante?
    Essas bestas se dizem humanos.
    Muitos beijos,Vi

    ResponderExcluir
  2. Querida Maria Teresa, entendo a sua dor... Desejo de coração, que fique tudo bem com ele aquietando assim o teu coração. Como é lindo encontrar alguém, que é capaz de amar "por inteiro" essas "criaturas" que recebemos de presente das Mãos de Deus. bjs Silvia Pazzinatto (Silvinha)

    ResponderExcluir
  3. Ah, querida que tristeza !!
    Espero que Dindão consiga se recuperar...

    Também não gosto de violência mas tem animais que tem essa indole, se Dindão ficar bom, é melhor mantê-lo separado né ??

    Bjus 1000 e força nessa batalha com os animais !!

    ResponderExcluir