Com amor, todo sonho é possível

Obrigada D. Dinda



Forte como uma rocha, frágil como uma flor (D. Dinda)


Este texto me foi oferecido por D. Dinda.
transcrito da revista Sentinela

tema do texto: Já notou alguma vez como a flor parece encurvada depois de suportar um temporal?
 De certo modo, é uma vista tocante. Afinal , a tromba-d'água provavelmente fez com que inúmeros animais e pessoas - muito mais resistentes do que qualquer flor - fossem correndo em busca de abrigo. No entanto, a flor ficou ali mesmo, arraigada, suportando a plena fúria do tempo. Agora está ali mesmo, encurvada mas intacta, não quebrada, mostrando ter uma força que contrasta a sua aparência frágil. Talvez se pergunte, ao admirá-la se ela recuperará o seu vigor e erguerá de novo a sua bela floração para o sol.

Quase o mesmo se dá com as pessoas. Nestes tempos atribulados, temos de enfrentar todos os tipos de temporais. Dificuldades econômicas, depressão, saúde fraca, a perda de um ente querido na morte, tormentas assim atacam todos nós, em uma ou em outra ocasião, e às vezes não podemos fazer nada para evitá-las, assim como a flor não se pode desarraigar e correr em busca de abrigo. Como ver pessoas de aparência bastante frágil mostrar uma força surpreendente e suportar esses ataques? Como conseguem isso? Frequentemente, a chave disso é a fé. Tiago, meio irmão de Jesus Cristo, escreveu: que"Vocês sabem que, quando a sua fé vence essas provações, ela produz perseverança." - Tiago 1:3. A Bíblia em linguagem de hoje.

Outra chave é a esperança. Por exemplo, quando a morte sobrevém a um ente querido, a esperança pode fazer muita diferença para os que ele deixou. O apóstolo Paulo escreveu aos cristãos em Tessalônica: "Não queremos que sejais ignorantes no que se refere aos que estão dormindo na morte, para que não sejais pesarosos como os demais que não tem esperança." (1 Tessalonicenses 4:13). Embora os cristãos certamente sintam pesar quando alguém morre, há uma diferença. Eles têm conhecimento exato sobre a esperança da ressurreição. - João 5:28,29; Atos 24:15.

Este conhecimento lhes dá esperança. E esta esperança, por sua vez, aos poucos, alivia seu pesar. Ajuda-os a perseverar, e faz ainda mais. Com o tempo, igual à flor depois de um temporal, podem erguer a cabeça, deixando de ser pesarosos, e ter de novo alegria e satisfação na vida.


Abraços carinhosos

0 comentários:

Postar um comentário