Com amor, todo sonho é possível

Ser Mãe

Boa tarde,
Tudo bem?
Espero que sim.
Hoje tenho mais uma poesia escrita por Ivone Torres Cavalcante

Ser Mãe

Toda mulher sonha em ser mãe,
Sonha em acalentar seu filho,
E em ensinar muitas coisas da vida,
Não importa ser menino ou menina.
O importante é que ele será muito amado,
e quando ele chegar,
Toda família se alegrará,
pois ele é fruto de um grande amor.
Então, de repente a mulher se transforma,
Sua beleza diferente, 
pois ela traz um ser tão pequenino em seu ventre.
Que precisa de muito cuidado e carinho.
E os pais de sentem realizados,
Pois se aproxima a hora de terem em seus braços
Alguém muito amado.


Conversando com D.Dinda, me veio a lembrança de minha mãe, 

minha mãe era pequenina (1,50m), 
mas era muito ativa, 
trabalhava mais que homem,
 tinha um sorriso largo e
 vivia cantarolando a música que não sei o nome:
- Eu vou prá marancangalha eu vou............
Adorava o Brasil e sua gente simpática, 
embora depressiva, nunca a vi chorar.
Como gostava de carnaval, 
ah, esse não tem igual,
 só aqui tem a alegria,
como em outro lugar não há,
 na época ia para os cordões de rua,
 ocasião que se vestia de homem
 e ali pulava e cantava,
 extravasando suas emoções,
ao lado do marido,
 que com ela trocava as roupas.
Pulou 3 carnavais, 
depois emudeceu 
e sua alegria findou.
Maria não era a mesma, 
Maria não mais pulou.
Da dor de minha mãe, 
só lembro de seus gritos, 
em diversas ocasiões:
-"Não João, não me bate mais."
Não foram poucas as vezes, 
que seus gritos foram abafados,
 por mãos tão fortes e perversas.
Maria se cansou de tanto apanhar e
 buscou uma forma de se livrar de sua sina.
Maria emudeceu, 
nunca mais cantou para mim.
Nunca mais acariciou meu rosto, 
como só ela me fazia.
Maria partiu,
para não mais voltar.

Até amanhã, abraços carinhosos

0 comentários:

Postar um comentário