Com amor, todo sonho é possível

Amores, Dissabores e Dores

Espero que você esteja bem, na Graça de Deus.
Estou bem e agradeço muito a Deus pela minha "Nova Vida", pois:
"Tudo posso, Naquele que me Fortalece."


Nosso corpo foi projetado
pelo maior "Arquiteto do Universo."
Quando amamos,
qual sinfonia,
trabalha em perfeita harmonia,
nosso cérebro é inundado de prazer,
irradiando felicidade,
contagiando a todos,
com nossa alegria.

Se algo não está bem,
logo reclama,
colocando-nos em alerta,
contra o mal que se aproxima.
Se alguma dor se instala,
preste muita atenção,
é um aviso para parar e,
refletir sobre nosso proceder.
Sofrer calada,
só somatiza,
é melhor extravasar.

Muitas vezes um tombo banal,
pode ser um sinal, 
para melhorar nosso pensar,
trauma lombar,
é por demais significativo,
mágoas da prole gerada 
e medo de subsistência.
Energias condensadas,
que nessa área se instalam,
chamando nossa atenção para o local.

Depois de muito chorar,
finalmente entendi,
a índole dos filhos Marcos, Daniel e Diogo,
é parecida com a do facínora,
que só lembrava dos filhos,
quando ameaçava dele me separar.
Tanto que,
o ajudaram a arrumar uma p-----a,
que alterou dados do meu cadastro no INSS,
para beneficiá-lo com a pensão pela morte,
que estavam planejando executar,
aliciando os filhos,
para o crime praticar.

Eu,
muito trouxa.
por amar demais aos meus filhos,
me deixei ser usada,
pelo impostor,
que só após o divórcio,
se mostrou,
mas que, 
finalmente,
evidenciou que estava comigo,
apenas pelo interesse,
do que pudesse me subtrair e
ganhar com a minha morte,
pois viva para ele,
serventia não tinha.

Todos que comigo conversam,
são enfáticos ao dizer:
-"sua doença era o inimigo com quem dormia."

Agradecendo aos meus filhos,
pela oportunidade que tive,
de amá-los desde o ventre.
Todos desejados,
com muito carinho criados e
com muito cuidado tratados,
dentro do meu orçamento.
Agradeço aos filhos por me ajudarem,
de junho a outubro/2013.
Agradeço ao Junior, Cássio e Almir
por me apoiarem e,
em especial ao Junior,
que até dezembro colaborou e,
comigo se importou.

Agradeço aos 3 que tiraram o pai da minha casa,
porque pensavam, que por medo,  não ficaria aqui.
Embora necessitada,
fiquei envergonhada e constrangida,
em ser auxiliada por esses filhos,
pois sei que R$ 50,00,
faz muita falta na mesa deles e,
também,
 porque esses 3 ajudaram por obrigação,
o que vem carregado de maus fluídos.
Agradeço e peço que continuem,
sem se preocupar comigo,
pois sou cercada de Anjos, 
que a todo momento, 
são tocados no coração,
fazendo-me companhia e
me dando atenção.

Agradeço, Senhor,
a todos que me dão amor.
Que Deus multiplique,
em suas famílias
as Graças que recebo de Deus,
através desses Anjos,
suprindo minhas necessidades.

Passar fome não me assusta,
pois muitas vezes,
quando trabalhava,
deixei de almoçar,
para com os vales,
a mistura para eles comprar.
O que muito me abalou e,
esse desgosto colaborou,
para o desequilíbrio no sofá,
foi ver esses 3 filhos mentindo,
roubando, me desprezando e,
se aliando ao pai para me matar.
Homem que apenas os usou,
como garantia de jogada,
blefando até o final.

Hoje, já refeita,
agradeço,
por todo o mal,
que contra mim praticaram,
foi esse tormento,
que me fez abrir os olhos e,
nessa imensa dor,
conhecer a Deus,
única certeza em minha vida.
Perceber que filhos são humanos e,
como qualquer mortal:
mentirosos, futriqueiros, egoístas,
ladrões e assassinos,
carregando na genética,
a podridão do inimigo.

Agradeço,
também,
por me tirarem os netos,
sofro menos,
não convivo bem com a insensatez,
dos valores morais,
deturpados,
a eles oferecidos.
Assim, 
também,
meus netos não precisam ter medo,
de abraçar a "bruxa louca da avó".

Como sei que sou a única culpada,
das mazelas desses 3,
peço perdão a todos por meus erros,
por não ter sido capaz,
de transmitir valores éticos e morais,
que fortalecesse seus interiores,
na escolha de seus caminhos e, 
sinto não ter sido a mãe que tanto queriam.
A partir de hoje,
serei mais eu,
dentro dos propósitos de Deus,
para a minha vida.

Encerrando mais uma etapa da minha vida, com os filhos, transcrevo alguns tópicos do meu livro de cabeceira:
Livro: Linguagem do Corpo
Autora: Cristina Cairo
Editora: Mercuryo

"Reformule seus objetivos sem medo e pergunte-se: "O que gosto mais de fazer?" "É esse o tipo de vida que quero levar?" "O que gosto mais de fazer?" "É esse o tipo de vida que quero levar?" "O que vou sentir se tomar uma decisão no amor?" "Para onde irei ou o que farei depois das minhas decisões?" Seja qual for o tipo de decisão que você deva tomar, procure ser objetivo e corajoso. Mude de vida e acabe com essa guerra interna de se achar responsável pela vida das pessoas que convivem com você. Harmonize-se com a vida e deixe que ela flua suave e naturalmente, sem que você oponha resistência alguma. O tempo é o nosso melhor amigo, portanto tenha calma e aprenda a controlar a sua ansiedade."

"Sinta-se sustentado pela vida, ame-se e faça a você mesmo aquilo que gostaria que lhe fizessem".

"De agora em diante cuide para ser mais alegre, otimista, confiante e largue o que não é seu. Nós só assumimos as responsabilidades dos outros quando queremos comandar suas vidas." 

"Na Bíblia está escrito: "Bem aventurados os que choram porque deles é o reino dos céus". E também, "Não vos preocupeis com o que comer ou com o que vestir; em primeiro lugar buscai o Reino de Deus e sua Justiça, e isso vos virá como acréscimo".


Fiquem com Deus, abraços carinhosos

0 comentários:

Postar um comentário