Com amor, todo sonho é possível

Minha Mestra



Nunca fui poeta e
não ouso ser.
Comecei a me expressar desta forma,
quando conheci,
a beleza de uma Mestra,
que brinda,
todos os dias,
os seus leitores,
com preciosas palavras,
através de poemas e poesias.

Passei a segui-la e
a me encantar,
com a sua capacidade de perceber,
em cada detalhe do cotidiano,
um grande motivo,
para exaltar a beleza da vida,
de forma tão linda,
como só ela é capaz.

Ana é sensibilidade,
generosidade e simpatia,
apesar de eu não ser nada,
sempre tem o carinho de ler meus escritos 
e expressar sua opinião. 

Após falar de "Minha gatinha" e
a Ana ter lido e comentado, 
no domingo percebi que Sininho é um machinho.
Já pedi desculpas, a ele, pelo erro,
estou retificando seu sexo,
não é menina como disse,
mas sim, um menino.
Agora quero ratificar seus predicados:
é manhoso, esperto, carinhoso,
muito dengoso e brincalhão,
que pretendo manter o nome: Sininho.

Agradeço à Ana o carinho
que sempre demonstra,
através de seus comentários e 
aproveito, também, para agradecer
o quanto estou aprendendo,
através de suas trovas/poesias/poemas.
Quando publicou do que se alimentam os besouros,
que até então,
não sabia,
mesmo morando em chácara,
há tanto tempo.

A vida é uma grande caixa de surpresas
nada vem pronto,
não temos as instruções completas,
precisamos estar atentos,
para que não passem oportunidades,
para o aprendizado,
senão morreremos inacabados.

Um comentário:

  1. Oi Maria Teresa, é a Vi, acontece da gente se confundir com os gatinhos, e o interessante deste nome Sininho, é que ele é masculino, mas parece ser feminino, acho que por ser diminutivo..
    Mas o importante é a gente achar que o nome tem a cara do bicho..
    Eu ganhei uma cachorra com nome de Dominique, muito chic..já imaginou eu chamando Dominique pra lá e pra cá, não teve jeito mudei o nome dela para Gold, acho que é a cara dela.
    Sininho é muito fofo.
    Beijos,Vi

    ResponderExcluir