Com amor, todo sonho é possível

Perdão

Em 19/04/2014
sábado



Hoje,
18 horas,
o céu tão lindo,
anoitecendo,
eu a pensar:
"O que leva uma pessoa a ser tão má."

Não sei precisar,
mas fico a imaginar,
que amargura,
carregar,
por mais de 50 anos,
a culpa,
por levar a esposa,
à sepultura.

Se,
não incomodasse,
como poderia,
na hora da morte,
pedir perdão à filha,
pelo mal que causou,
à sua família.

"Fui culpado por tudo,
que aconteceu com sua mãe,
não fui homem, 
quando precisou,
não lhe dei amor,
só pensava em fortuna."

Um homem tão prepotente,
naquele momento,
impotente,
nas mãos de quem mais prejudicou e
que até a morte o amou,
respeitou e
o tratou.

Acredito que esse ato,
ainda em vida,
deve ter-lhe dado paz,
para a partida.



Que descanse em paz!
Agradeço a Deus,
a oportunidade que me deu,
de cuidar de meu pai,
no final de sua vida.

0 comentários:

Postar um comentário