Com amor, todo sonho é possível

Persistir ou desistir?

Oi, tudo bem?
Estou bem, na medida do possível, tentando entender os sinais do meu Pai, para a escolha do rumo certo para minha vida. Lutei tanto para ter, de volta, o telefone fixo e a internet em casa, mas agora já não tenho como pagar, logo, logo vão cortar, assim como a luz. Não posso mais pagar a ração dos meus animais, não tenho coragem de abandoná-los e, isso me incomoda, sou responsável por eles.

Aí, hoje, parei um pouco para assistir ao programa "Encontro", com a Fátima Bernardes, ao ouvir a história da modelo Sandra, que saiu do lixão e virou modelo internacional. Linda, filha de uma mãe, também muito bonita, que criou 14 filhos filhos, mas foi perseverante na conquista dos sonhos.

A Sandra não nega a sua origem,  percebe-se um orgulho sadio e consciente dos valores passados pela família: - "a vida é feita de batalhas." 
           - "para tudo tem que ter amor, compaixão, tem que estar unido." 
           - "não é um sonho roubado, ele foi construído."
           - "desfilar é ter um ponto de referência."

Questionada como pode criar os filhos e fazer deles vencedores, a mãe da Sandra falou: - "a base de tudo é a educação."
Ela matou a charada, foi enérgica com relação à formação de seus filhos, priorizando os estudos e a formação do caráter consciente, justo e solidário, sem esquecer a origem, preservando suas raízes.

Persegui tanto a formação de uma família sadia, já que não a tive, quando criança, mas não percebia os sinais de Deus, me achava suficientemente "madura" e "poderosa", "eu tudo podia", "era capaz de carregar tudo nas costas", inclusive escolher um companheiro para essa empreitada, "o amor é capaz de tudo", até "formar caráter onde não há". Não foi por falta de avisos e conselhos, achava que era apenas questão de oportunidade, -"é assim, por não conhecer o lado bom". 
Ledo engano - "O homem que é bom, é bom." -"O homem mau, já nasce mau."

Não sei onde errei, ou melhor, hoje sei, faltou Deus na base e, a discórdia e a ganância inescrupulosa foi o que imperou na formação dos meus filhos. Sempre coloquei, que todos seriam capazes de conquistar o sucesso, na profissão que escolhessem, bastava se preparar, estudando, para os louros alcançar.

Mas, adoeci, perdi meu foco e fracassei, deixei de ser a referência para eles, fracassei, sou o resultado do que escolhi, estou colhendo o que plantei, acreditava muito em mim e na minha competência.
  
De que adiantava passar a confiança, se não acreditei ser capaz de criá-los, se abri a porta para o mal entrar em minha família e roubá-la de mim. Eu não entendia que nada podia, a não ser que aceitasse e me entregasse a Jesus, hoje eu sei que "tudo posso Naquele que me fortalece."

Apesar de tudo, estou em paz.


A mãezona do pedaço, põe ordem em tudo essa é a Madona,
que agora está pretinha e, mesmo depois do banho, volta a ficar preta, por conta da fuligem;


Thor, meu bebezão de 14 anos, minha casa é a última da rua, ali, onde estão os cavalos é o caminho 
que cortamos para ir ao centro e, agora vão fechar;


Esta é a rua  oficial, com  enormes crateras, por conta da enxorada que desce;


Tiramos as fotos no dia que o sub prefeito do distrito de Terra Preta, Sr. Toninho, veio em casa;


as pessoas compram terreno e não querem fazer o caminho da água, avançam a divisa para a estrada,
a água desce com tanta velocidade, que qualquer obstrução desvia para a rua, formando as crateras.


Este é o ponto em que tiro as fotos do ocaso!!!
As labaredas queimaram tudo, este ano os pés de manga estavam carregados de flores,
já planejava a mangada, nada escapou.


Aqui as labaredas estavam altas e o fogo corria por baixo,
eu jogava o balde d' água por cima e por baixo, 
com medo de pegar o telhado da varanda, aí não ia ter salvação. 


A amoreira estava carregadinha, já sonhava com a geleia que ia preparar, 
não sobrou nada para mim, 
nem para os passarinhos;


As bananeiras foram dizimadas pelo fogo,
 embaixo, no meio, a Tiana havia plantado um pé de café que estava lindo, 
já bem grandinho, simplesmente derreteu...


A Fiona, sem entender nada, minha esponjinha e o jasmim estrelado, viraram fogo, por cima e por baixo;


Agradecendo a Deus pela vida, 
pedindo sabedoria e direção, 
sigo o caminho que devo seguir, 
clamando pela justiça dos homens,
antes de meu desenredo.
Maria teresa

2 comentários:

  1. Não desista, lute!
    Todos passamos por dificuldades.
    Minha mãe sempre me diz: Deus não nos dá um fardo maior do que possamos carregar.
    Não se cobre e se culpe pelo que passou. Olhe pra frente e faça diferente hoje.

    Fique com Deus.

    Um beijo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Fabiana, agradeço seu carinho, estou tentando fazer diferente, abraços carinhosos
      Maria Teresa

      Excluir