Com amor, todo sonho é possível

Usada...

Nos versos de Cora Coralina
me sinto como sua irmã:
"Uma mulher da vida".

Usada.
Explorada.
Abusada.
Contaminada.
Discriminada.
Humilhada.
Agredida.
Aprisionada
 por anos e anos.

Quando quis
me libertar
do jugo do opressor,
fui por ele violentada e
condenada:
"Você não vale nada,
não passa de uma fracassada".

Difamada.
Saqueada.
Desprezada.
Acusada.
Maltratada.
Apedrejada
pelos que acreditava,
meus defensores.
Mas,
por ironia,
tornaram-se cúmplices,
co-autores e
colaboradores
de minha sina.

E,
 assim,
depois,
de ser rejeitada pela Lei,
que não aceitou meu pedido de socorro,
me negando o Direito
da proteção da Justiça,
resignei-me ao infortúnio
de meu destino.

Sem chão,
sem  rumo,
encontrei o Salvador,
que me acolheu,
não me condenou e
me libertou,
no dia do meu Batismo.
Hoje,
sou mantida,
pela Fé,
em Jesus Cristo,
a Quem Louvo e
Agradeço todos os dias
pela vida.
Abraços carinhosos

0 comentários:

Postar um comentário