Com amor, todo sonho é possível

Sincero

Cedrinho Rosa
Fotos de 09/11/2014





"A dádiva de um coração é sempre acolhida com benevolência;
a luz da verdade nunca amanhece tarde nas almas."

Sincero! Eis uma bela palavra que deve figurar no vocabulário de todo bom Cristão.

Quem a teria inventado?

Ora, foram os romanos. "Sincero" vem do velho, do velhíssimo latim. Eis a poética e tranquila viagem que fez o sincero para vir de Roma até a letra S dos nossos bons dicionários.


Os romanos fabricavam certos vasos de uma cera especial. Essa cera era às vezes tão pura e perfeita que os vasos se tornavam transparentes. Em alguns casos, chegava-se a distinguir um objeto (um colar, uma pulseira ou um dado) que estivesse colocado no interior do vaso. Para o vaso, assim fino e límpido, dizia o romano vaidoso:

- Como é lindo! Parece até que não tem cera! É um vaso "sine cera"!

"Sine cera" - queria dizer - sem cera!

"Sine cera" era, pois, uma certa qualidade de vaso perfeito, finíssimo, delicado, que deixava ver através de suas paredes.

Da antiga cerâmica romana o vocabulário "sincero" passou a ter uma significação, muito mais elevada. "Sincero" é aquele que é franco, leal verdadeiro; que não oculta; que não usa disfarce, malícia ou dissimulação. O Sincero, à semelhança do vaso romano, deixa ver, através de suas palavras, os nobres sentimentos de seu coração.

A sinceridade (ensinava o saudoso professor Silva Ramos) deve vir sempre ligada à delicadeza e à bondade.

Há muita gente, pouco educada, que confunde "sinceridade" com "grosseria"!

O sincero, à semelhança dos preciosos vasos romanos, deve ser fino e delicado.

A Delicadeza e a Sinceridade não são só irmãs: são também cunhadas. A Educação as uniu de tal modo que elas jamais poderão deixar de ser boas amigas e companheiras.

Texto extraído do Livro "Lendas do Céu e da Terra" - Malba Tahan - (1983)

2 comentários:

  1. Sendo assim... meus sinceros votos de um Feliz natal!

    ResponderExcluir
  2. Que lindas flores, não conhecia...

    Bjxxx

    ResponderExcluir