Com amor, todo sonho é possível

Indignação 2

"Quem não luta pelos seus direitos, não é digno deles."
Rui Barbosa

"Eu não sou o que aconteceu comigo. Eu sou o que escolhi me tornar."
Carl Jung



Este é o meu momento,
Estou me desnudando do que era,
para assumir o que sou.
sem culpas, nem medos.
Maria Teresa

Qual é o limite do ser humano?
Qual é o seu limite?
Alguém pode me dizer?
Até quando podemos aguentar a pressão?
Até quando suportaremos os desvarios
 de pessoas agressivas e preconceituosas?
Qual será o limite delas?
o que mais poderão fazer?
Qual será o meu limite?
Ainda não sei?
Todas as vezes que, 
pensava haver chegado,
ao meu limite extremo,
Deus interveio!!!

Hoje,
a defesa de quem
 agride e oprime,
é que a vítima se vitimiza
Estou repetindo,
repetindo,
tudo que sempre abominei,
me expor,
de forma tão humilhante.
O sarcasmo dos agressores,
a vulgarização e banalização
da "Lei Maria da Penha",
estão tornando as mulheres,
vítimas delas próprias.
É preciso dar um basta!!!
É preciso denunciar!!!
É preciso que se faça Justiça!!!

Eu sabia que tudo 
iria acabar assim,
minha intuição me avisava,
mas,
comecei a fraquejar,
quando meu coração
iludido e amolecido,
pedia para perdoar,
aquele sujeito.
Já não tinha mais razão,
perdi meu orgulho,
quando baixei a guarda,
achando fazer o certo,
por minha família.
Amava minha família,
mais que tudo na vida.
Só eu não via a podridão,
que teimava em esconder,
por medo de perder meus filhos.

Clamo por Justiça,
que me condenou,
por ser depressiva.
Não tenho mais nada, por que lutar.
Não tenho mais nada, por que viver.
Não tenho mais razão,
para esconder,
a sujeira do meu mundo.
Só me resta me desnudar.
Só me resta escancarar,
o quanto falhei,
ao me calar!!!
Estou gritando 
e clamando por Justiça!!!
Ninguém está me ouvindo!!!
Continuo muito indignada!!!

*http://www.teceramor.com/2014/10/indignacao-reedicao-de-14032013.html*


Abraços carinhosos

0 comentários:

Postar um comentário