Com amor, todo sonho é possível

Tudo se repete - 16




14/08/1978 -
Estou com uma forte pressão na cabeça - parece que vai explodir.
É uma dor insuportável.
Desde o dia 1º não estou conseguindo discernir bem o que quero, ou melhor, o que devo fazer, desta minha decisão poderá acarretar uma série de circunstâncias que afetarão os meus filhos. 
Tem momentos em que tenho medo do que decidir, pois penso demais nas consequências.
Naquela noite, ao voltar para casa, pensei firmemente que me fosse iluminada a mente, para não tropeçar na decisão. Qual não foi a minha surpresa, ao chegar em casa e encontrar o xxx lá dentro, com meu filho Ju no colo.
- "Vim te convidar para um casamento."
= "Parabéns, mas estou com os meus dias todos ocupados e não tenho tempo para sair, retruquei."
- "É, eu vim te convidar, mas só me casarei, com a condição de ser você a noiva."
Interessante, não senti nada mais por ele, estava tão calma, depois de ter estado aqueles momentos com um homem maravilhoso, senti vergonha por ter, um dia, gostado desse garoto.
Foi uma tragédia grega, apelou, implorou, chantageou.
Armou a mão para me dar um soco na cara, eu desviei, ele estourou o azulejo na parede.
= "É muito tarde, já gosto de outra pessoa, encontrei alguém que procurava há muito tempo. Tirei você da minha vida, no dia que resolveu assumir: - "Eu não gosto mais de você."
Alegou ter sido forçado a tomar aquela atitude.
E, agora, é muito simples, é só voltar e eu estou à sua disposição, para quando quiser vir ou ir.
Coincidência ou não, na 5ª o MMM não veio, estava marcado para conhecer os meus filhos, telefonou avisando que não poderia subir e me telefonaria no sábado. Naquele mesmo dia, percebi que o meu telefone estava mudo.
Teria sido o acaso, novamente?
Recebemos a informação, de que a sala estaria ocupada, nos dias de ensaio 8/ 10/ 15. Tentei contato para ver se conseguia transferir e acabei por saber que estivera doente.
Dia 10 lhe falei, notei preocupação.
Voltou a ligar no dia 11, expliquei mais ou menos o que estava acontecendo.
A cada dia que passa, sinto que está mais distante, hoje ao telefonar-me parecia ausente, comecei a pensar se o acaso não teria sido para livrar-me de preocupações futuras: a ex esposa (poderia causar-lhe algum mal), você (devido à possibilidade de afetar-lhe, profissionalmente) e eu, quem sabe, se não são avisos, para não ir em frente, protegendo-me de alguma forma, de algum mal futuro.
Quando o encontrei foi irônico: -"Te respeitei e o que levei - um fora, se tivesse me  aproveitado, você me daria valor.... ", não é o que esperava, daquele que dizia tanto me amar e que eu amei pelo que mostrava ser: um poeta apaixonado!!!
Quem sabe o que será?
O hoje deixa de acontecer, independente de nossas vontades.
Depois, soube que ainda vivia com a mulher. Como lhe agradeço Senhor, por me livrar das garras de um tremendo cafajeste. Neste momento, colocou uma pessoa no meu caminho, para afastar da minha vida, os lobos famintos que me rodeavam, sem cessar, com promessas e mais promessas, de comprar uma casinha com varanda, rodeada de bichinhos, muito verde e muito "amor" pra me dar. É patético, as desculpas esfarrapadas, para nos conquistar: minha mulher é um monstro, minha mulher é doente, minha mulher não me entende, sou tão infeliz; outro, poderoso, respeitado, teve a capacidade de falar: -"Amo a minha esposa e os meus filhos, mas sabe como é, preciso de você para me completar, dou tudo o que você quiser, monto uma casa para nós, mas quero você pra mim."
Como aceitar, o que não quero pra mim?
Como ser feliz, se sei que estou roubando a "felicidade" de outra?
Não, não quero nada disso!!!
Quero ser feliz, mas construindo um lar com um homem de "valores"!
É estranho.  

2 comentários:

  1. BOA TARDE, COLEGA MARIA TERESA!
    EITA... QUE TEXTO ENVOLVENTE, QUE DILEMA! ESPERO QUE NO FIM, TUDO TERMINE BEM...
    EI, MOÇA!
    VENHA VER QUE FORMOSURA A MINHA MAIS NOVA POSTAGEM! FICAREI COM TUA SIMPÁTICA VISITINHA E COMENTÁRIO.
    TE ESPERO LÁ EM "GAM DOLLS (2)", OK?
    TENHA UMA LINDA NOVA SEMANA.
    ABRAÇÃO PRA VOCÊ! :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Dona Gam, já fui lá e amei a sua nova arte,
      ficou maravilhosa, parabéns. Agradeço seu carinho,
      abraços afetuosos
      Maria Teresa

      Excluir