Com amor, todo sonho é possível

Tudo se repete 22




10/01/1980
Mesmo agradecendo todos os dias não seria o suficiente como prova de gratidão que tenho por Ti, meu Deus, é tão maravilhoso poder desfrutar destes dias, mesmo quando o sol, apenas, desponta muito tímido e logo desaparece entre as nuvens que o escurecem.
Sentir certo orgulho de nossos filhos, frutos perfeitos de uniões sadias. 
Tudo à nossa volta, mostra Tua Presença, a própria vida, em si, já é uma mostra do milagre " a existência".
Mamãe partiu há 22 anos, completados hoje, só Tu sabes para onde, a sua curta existência é um enigma para mim, tento, às vezes, entender, mas parece que ainda não tenho condições para tanto, será necessário um bom desenvolvimento místico, quem sabe? Me fará compreender essa situação.
Tenho fé em Ti, Senhor e, acima de tudo, acredito que o mundo se renderá a Teus Pés, pois só em Ti, encontramos a paz, o amor e o perdão.
Se soubéssemos, o quanto temos sido agraciados, pelos caminhos de nossa vida. Muitas vezes, atende de maneira indireta, és Maravilhoso meu Deus, tenho tanta felicidade em meu coração, agora mesmo sinto meu peito cheio de amor por Ti e a felicidade transborda o meu ser.
Cada detalhe do dia foi importante, muito embora, não tenha sido diferente de outros dias.

11/01/1980
Quem é quem para julgar; todos sempre têm o dedo apontado em alguma direção, sem nunca dirigi-lo a si mesmo. Cobramos perfeição, ante nossa imperfeição, parece até que aquele que primeiro aponta é o que menos quer que apareça. Não existe mais sentimentos, a amizade foi-se no tempo.
Devoramo-nos com a mesma voracidade que ratos famintos se devoram é o "fim do mundo", que mais representa as profecias para o nosso século.
Quem é você nesse meio?
Eu sou aquela que se esconde nestas linhas, procura guarida em seu interior, para entender e enfrentar tanta confusão. Porque se destroem e se abraçam, porque sorriem, enquanto lhe decepam a cabeça. É o escárnio da vida ou da raça que ainda vive.
Mais jogo, mais futebol e no domingo, para completar, levantamos às 4,15hs., para ir a Peruíbe, nada estava propício.
Quando ocorreu o acidente, então, tudo subiu à minha cabeça, só queria saber de voltar para casa e não ver mais ninguém. O homem é muito diferente da mulher, não tem sensibilidade, em seu comportamento é alheio aos detalhes, isso me irritou, ao ponto de querer vir embora e deixá-lo para seu futebol, seus amigos.
Sinto-me infeliz nesses momentos, acredito que união não é isso, espero encontrar algo mais firme, mais estável, mais família. É incrível como começa o processo de afastamento, muito embora tenha um certo receio, em razão das ameaças que faz.
Minha cuca fica fervendo, com mil ideias, mil sonhos, sem nada concreto.

0 comentários:

Postar um comentário