Com amor, todo sonho é possível

Mãe




António Ramos Rosa
Portugal
17 Out 1924 // 23 Set 2013
Poeta/Ensaísta
 

Mãe
Conheço a tua força, mãe, e a tua fragilidade.
Uma e outra têm a tua coragem, o teu alento vital.
Estou contigo mãe, no teu sonho permanente na tua esperança incerta.
Estou contigo na tua simplicidade e nos teus gestos generosos.
Vejo-te menina e noiva, vejo-te mãe mulher de trabalho
Sempre frágil e forte. Quantos problemas enfrentaste,
Quantas aflições! Sempre uma força te erguia vertical,
sempre o alento da tua fé, o prodigioso alento
a que se chama Deus. Que existe porque tu o amas,
tu o desejas. Deus alimenta-te e inunda a tua fragilidade.
E assim estás no meio do amor como o centro da rosa.
Essa ânsia de amor de toda a tua vida é uma onda incandescente.
Com o teu amor humano e divino
quero fundir o diamante do fogo universal.

António Ramos Rosa, in 'Antologia Poética' 

Abraços carinhosos

6 comentários:

  1. Respostas
    1. É muito lindo o poema de António Ramos Rosa,
      agradeço o carinho Teresa, abraços afetuosos
      Maria Teresa

      Excluir
  2. Olá Teresa! Passando para agradecer a tua visita e gentil comentário deixado no nosso Literatura & Companhia Ilimitada, assim como apreciar este belo poema do grande António Ramos Rosa. Ótima escolha minha amiga.

    Abraços,

    Furtado.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Boa noite Furtado, agradeço e gosto muito de aprender com você,
      no "Literatura & Companhia Ilimitada", sou grata pelo carinho da
      sua visita, abraços afetuosos
      Maria Teresa

      Excluir
  3. que lindo amiga, muito obrigada bjkas

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Agradeço seu carinho Claudia, abraços afetuosos
      Maria Teresa

      Excluir