Com amor, todo sonho é possível

A Verdade!!!

"Ainda que você esteja em minoria, 
a verdade ainda é a verdade."
Gandhi



Tu podes, com certeza,
conviver com os outros.
Eles podem ser muito bons,
mas tu és sempre melhor
porque és diferente e
o único com tuas
características.
Agostinho Silva
(Universo Real - Facebook)

Podem me ameaçar,
podem me enxotar,
daqui da roça,
eu não saio, não!!!

Podem até se ajuntar,
Para daqui me tirar,
que eu vou ficar
aqui no meu rincão!!!

Podem me amarrar,
me chamar de "lelele",
para me desqualificar,
que desta vez eu não saio, não!!!

Podem me ofender,
me enganar,
fingir se importar,
já blindada, não choro mais, não!!!

Podem me embebedar,
com vaidades me tentar,
gravar e fotografar, para me testar,
que não caio em tentação, não!!!

Podem duvidar de minha fé,
me trair qual "Judas".
Em meu canto preterida,
qual uma fera ferida,
não me levo mais pela ilusão.
em vocês não confio mais, não!
Maria Teresa

Engraçado, como são as coisas, a 1ª coisa que falaram, é que não vão abandonar o pai, já com as pedras na mão, mas a mim me abandonaram e insistem em tocar no passado, em tudo que me magoa, mesmo tendo falado, quando chegaram: - "Não quero saber dele, nem quero que levem nada de mim para ele", mas teimaram em falar, até dos traumas de minha infância, depois reclamam da surdez!

*"Se alguém que convive com você o aborrece constantemente, fala o que quer e o que não quer, diz o tempo todo o que você deve fazer, controlando-o, reclama de tudo que você faz, grita nos seus ouvidos coisas que o magoam e você perde seu espaço em seu próprio ambiente (ufa!!!), sem dúvida sua mente ficará congestionada de pensamentos como: "Não aguento mais ouvir essa pessoa, não suporto mais suas tolices, não quero mais ouvi-la, etc.". Com isso seu inconsciente entrará em ação para atender o seu pedido e entenderá, literalmente, sua ordem mandando-lhe uma surdez como resposta.
Viu como é fácil? Pois saiba que seu inconsciente é tão responsável que cuidará da sua surdez com muito zelo para garantir-lhe uma velhice... bem silenciosa.
Mesmo que você se afaste definitivamente da pessoa que o irrita, sua mente inconsciente não voltará atrás, pois, para restaurar-lhe a audição, ela precisará de uma outra ordem com a mesma intensidade emocional que a anterior.
Para isso você deverá ser coerente e sincero consigo mesmo. De nada adiantará uma outra ordem, se nos arquivos de suas emoções estiver registrada a "mágoa de ouvir". Primeiro aprenda a perdoar. Sejam seus pais, marido, esposa, mãe, patrão, etc. Se você acha que tem razão de sobra, então dê um pouco à pessoa que o magoou. E quando não mais existir esse conflito em seu coração, sua outra mente entenderá o que você precisa. É inútil tentar se enganar dizendo que "já esqueceu" o assunto, pois o tempo leva do consciente as imagens, mas a mente inconsciente conserva as lembranças, sejam elas boas ou más.
Nosso cérebro se assemelha a um computador: tudo que for registrado em sua memória permanecerá, até que se mude a programação.
Enquanto o ser humano não levar a sério a máxima "conhece-te a ti mesmo", não saberá, jamais, que dentro dele há uma força gigantesca de atração e repulsão, capaz de comandar seus atos positiva ou negativamente."*
Trecho extraído do livro Linguagem do Corpo, de autoria de Cristina Cairo.

Cheguei a perder a audição e a razão, mas depois que procurei me achar, me ouvir, me perdoar e entender que não posso mudar os outros, mas posso mudar a mim, através da fé em um Deus que me ama muito e me quer de pé, os outros deixaram de produzir efeitos e reações em mim. 
Sou dura, quando preciso, porque é o meu jeito, assim eu fui criada, mas sou muito humana, para perdoar as pessoas que me decepcionam e magoam, apenas, entendo, que há uma Justiça terrena e, quem extrapola seus limites, agredindo e ferindo o próximo, deve responder por seus atos, criminalmente.
Para se viver bem em sociedade, foram estabelecidas regras, com limites, que precisam ser respeitados, para isso existe um Poder Judiciário: o desrespeito às Leis, a omissão e a impunidade só aumentam a criminalidade. Eu luto por Justiça.

Recado de mãe:
Não adianta fugir,
tentar correr,
depois do pacto
com o mal,
ele vai te buscar,
para te cobrar,
onde você se esconder.

Enquanto louca, não tinha voz,
era incapaz, ou melhor,
"ninguém sabia" o que acontecia, 
ou "ouvia" meus lamentos,
mas chantagens me faziam,
para deixá-lo ficar.
E, sem nenhuma compaixão, 
viraram as costas àquela,
que passou a vida inteira,
acreditando serem
os seus queridos meninos!

Tal qual o "chupim", tudo me sugaram,
nem os sonhos me deixaram e,
em quadrilha, se juntaram,
para a vida me tirar e
se beneficiar!!!
Ladino, arquitetou o plano,
para me eliminar, usando os próprios filhos.
Encurralado, força-os a me procurar,
para não caracterizar alienação e abandono.

Depois das mentiras e do abandono 
que me deram, por mais de anos,
fui ao meu limite e,
após ter meu poço obstruído,
sem água, por mais de ano,
chegaram apressados,
dizendo que pagariam
pela limpeza do poço e do terreno,
impondo, que dele não se afastariam.
-"Qual o motivo?"

Nunca lhes pedi que o ignorassem,
implorei, como implorei,
que não me abandonassem,
qual "trapo velho" sem uso,
já que agora, desfrutam, da atenção,
de quem nunca amor lhes deu,
enquanto comigo estivera.

Criei a todos, para serem livres,
tentei ensinar-lhes a serem independentes,
honestos, trabalhadores e, a ninguém explorarem,
homem tem de ser responsável, respeitar a mulher e
acima de tudo a família, defendendo sempre a verdade,
como exemplo de vida!!!

Não suporto hipocrisia,
infelizmente, tornaram-se déspotas,
juízes implacáveis, decidiram em conjunto
a forma mais humilhante, para de mim se livrar,
sem nenhum pudor, me tiraram a razão,
me calando para sempre.
Sinceramente, prefiro-os longe,
do que no meu convívio - servindo a 2 senhores:
Graças a Deus sou do bem,
o Senhor, já me livrou do mal!!!

Agradeço pelo pagamento, embora coagidos!!!
Não gastem o que não têm, comigo, por obrigação!!!
Agradeço ao filho que me devolveu
as coleções de selos e cartões!!!
Nada tenho a lhes perdoar,
-"Foi tudo um mal entendido",
mas me acho no direito, de lhes pedir que devolvam,
todos os meus pertences, que levaram escondido,
sem meu consentimento, ainda estou viva!!!
Se amor não podem me oferecer,
nada quero de vocês, como não me consideram mãe,
nada forçarei, não serei mais mãe!!!
Como não gostam de minhas lembranças,
devolvam tudo que lembre a mim.
Fiquem tranquilos,
não vou lhes imputar a responsabilidade
do meu sustento, esse... "Deus me provém."
"Ele é o meu alicerce."

Quero lhes confessar que, perdi o medo de os perder,
pois nunca foram meus, apenas os tive,
pelo tempo que Deus me permitiu cria-los.
Como não podem "escutar-me",
sou obrigada a escrever-lhes,
porque sei que me leem,
para lhes passar a última lição,
de minha jornada de mãe,
agora interrompida:
-"Quem se dá bem, cometendo crimes,
deve pagar por eles, na prisão."

Poderia, simplesmente, deixar pra lá,
mas não posso, meus filhos,
passar-lhes a mão na cabeça, vocês não podem sair por aí,
se apossando das vidas e das coisas, que não lhes pertencem,
só porque acham que gostam e, se sentem no direito de possuí-las.
Não quero o dissabor de vê-los enjaulados,
mas serei a 1ª a mandá-los prender,
se transgredirem a Lei,
não compactuo com criminosos:
-"Isso não lhes ensinei."
Para terem direito à posse de algo, vocês têm de trabalhar e,
se esforçar por merecer.
Outra coisa, muito importante: de vida, ninguém se apossa!!!
Proíbo aos 3, de usarem gravações e/ou minhas fotos,
em motivos escusos,
filhos que se vendem, são capazes de tudo.

A escolha já fizeram,
ao me chamar e tratar como louca,
expulsar de casa, me ameaçar, me culpar,
me abandonar, ignorar e ao me dar desprezo.
Sempre se omitiram e não me defenderam
das agressões que sofri,
por sugestão de vocês,
para se livrarem de mim.
Tenham, ao menos, a decência,
de sair, de cabeça erguida,
não, como ratos ingratos, assustados,
levando os sonhos da minha vida,
esses não lhes pertencem!!!

Obrigada por terem sido meus filhos,
perdoem pelo mal que lhes fiz,
aprendi muito com todos!
Que Deus os abençoe!!!
Maria Teresa

Abraços carinhosos

4 comentários:

  1. Simplesmente maravilhoso o que somo sem gentileza nada! E uma pena que aida existe muitas pessoas que não sabe o que é isso...

    www.studiocriativo.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É uma grande pena Silvana, por isso, nós mães, não podemos nos omitir, para ensinar nossos filhos que: "Ser gentil é ser humano."
      Agradeço seu carinho, abraços afetuosos
      Maria Teresa

      Excluir
  2. Olá, Teresinha!

    Você precisa desabafar, aliás, já desabafou, e de uma forma forte, mas dócil, simultaneamente.
    Só Deus conhece todos os corações.

    Beijos e que a mão de Deus esteja sempre com você.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amém...
      Olá Céu, quando algo trava em nossa garganta, é preciso resolver, senão estaremos alimentando o "mal", com nossa omissão. Educar um filho, por mais que nos doa, é responsabilidade da mãe.
      Agradeço muito por seu carinho, que seja sempre abençoada, abraços afetuosos
      Maria Teresa

      Excluir