Com amor, todo sonho é possível

20 Maneiras de Detectar um Psicopata


Texto da Página "Violência contra a Mulher é crime. Denuncie." - Facebook.

20 MANEIRAS DE DETECTAR UM PSICOPATA
Por Pablo Huerta.
Há uma frase que diz: “Não são todos os que estão, nem estão todos os que são”. Quer dizer que, nem todos os que estão em um hospital psiquiátrico são loucos e nem todos os loucos estão em um hospital psiquiátrico. Há psicopatas em todas as partes: dirigindo um transporte público, administrando uma empresa ou governando um país. Onde menos se espera pode haver alguém com uma psicopatia: um transtorno de personalidade antissocial . Claro que isso não significa necessariamente que essas pessoas sejam más, apenas não sentem empatia pelos outros nem remorso pelos seus atos. Eles vivem pelas suas próprias regras e só sentem culpa quando rompem com o seu código de conduta. Para os psicopatas as pessoas são coisas, objetos que servem para satisfazer seus interesses. Se na sua programação não estiver machucar o outro, não o farão. E poderão viver em comunidade porque entendem os códigos sociais. Eles se adaptam. O terrível acontece quando eles não conseguem evitar de fazer o mal. Mas a maioria não comete crimes, ainda que não tenham vergonha de mentir, manipular ou machucar para conseguir o que têm em mente. Quando cometem crimes, de um ponto de vista penal, como estão conscientes dos seus atos, são responsáveis. Mas, ao contrário de um réu normal, não existe a possibilidade de correção de sua conduta, assim a reabilitação é baseada em uma forma de vida que possa lhes trazer benefícios e evitar outros danos.
20 MANEIRAS DE DETECTAR UM PSICOPATA
Faceta interpessoal: 1. Eles têm uma boa oratória e charme. São simpáticos e conquistadores num primeiro momento. 2. Têm uma autoestima exagerada. Se acham melhores que os outros. 3. São mentirosos patológicos. Mentem principalmente para conseguir benefícios ou justificar suas condutas. 4. Têm comportamento manipulador. E, se forem inteligentes o bastante, os outros não perceberão esse comportamento psicopata. Faceta afetiva: 5. Não sentem remorso ou culpa. Nunca ficam em dúvida. 6. Quanto à afetividade, são frios e calculistas. Não aceitam as emoções, mas conseguem simular sentimentos se for necessário. 7. Não sentem empatia. São indiferentes. E até podem manifestar crueldade. 8. Têm uma incapacidade patológica para assumir responsabilidade pelos seus atos. Não aceitam os seus erros. Eles raramente procuram ajuda psicológica, porque acham que o problema é sempre dos outros. Faceta estilo de vida: 9. Necessitam de estímulo constante. Ficam aborrecidos facilmente. 10. Gostam de um estilo de vida parasitário. 11. Agem descontroladamente. 12. Não têm metas a longo prazo. Vivem como nômades, sem direção. 13. Eles se comportam impulsivamente. Com ações recorrentes que não são premeditadas. Junto com a falta de compreensão das consequências de suas ações. 14. São irresponsáveis. Faceta antissocial: 15. Tendem a ser delinquentes na juventude. 16. Demonstram problemas de conduta desde a infância. 17. Tiveram a revogação de sua liberdade condicional. 18. Eles têm versatilidade para a ação criminal. Eles preferem golpes e delitos que requerem a manipulação de outros. Outros não incluídos em nenhuma das facetas: 19. Têm tendência a uma vida sexual promíscua, com vários relacionamentos breves e ao mesmo tempo. Gostam de falar sobre suas conquistas e proezas sexuais. 20. Acumulam muitos casamentos de curta duração. Não se comprometem por muito tempo por ter que manter um vínculo.
"Violência contra a mulher é crime. Denuncie." - Facebook
Abraços carinhosos

11 comentários:

  1. Maria Teresa, estou a terminar um curso de criminologia (Perfis Psico Criminais) e adorei este post. Vou partilhar na minha página do Facebook.

    Bjs

    Isabel Gomes

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fique à vontade Isabel, saiba que o texto é da página "Violência contra a Mulher é crime. Denuncie.", no facebook.
      Agradeço, bom término de curso, abraços carinhosos
      Maria Teresa

      Excluir
  2. Bom dia!
    Muito interessante este assunto. Adoro este assunto, estudávamos muito nas cadeiras de direito penal.
    Aonde o ser humano pode chegar, ser frio, calculista e nunca ser descoberto.
    E uma vez conversando com um amigo que é psicologo vimos que há muitas divergências para um operador do direito e para um psicologo de como atestar que tal individuo é ou não um psicopata.
    Bom Maria Teresa, tenha grande admiração por você.
    Ótima semana.
    Grande beijo.
    Alana.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, Alana, uma pessoa perversa e calculista, geralmente pratica o crime perfeito e dificilmente será considerada psicopata. São indivíduos extremamente frios, inteligentes e perspicazes, por não terem emoção, conseguem a proeza de "iludir" e envolver a todos em seus crimes.
      Acredito que mentes assim, astutas, estão sempre encenando, dificilmente um operador do direito ou psicólogo saberá identificar esse desvio de personalidade, o psicopata é ágil no pensar. Seu mundo é diferente do nosso, ele vive para criar e aplicar os golpes nas pessoas que caem em sua armadilha.
      Independente do que a Justiça possa decidir, é preciso alertar as mulheres para que possam se defender desse tipo de pessoa, já que estão sujeitas a um fim trágico e totalmente desprotegidas, perante a Lei.
      Agradeço seu carinho, tenha uma excelente semana, abraços carinhosos
      Maria Teresa

      Excluir
  3. Olá, Maria Teresa! Muito obrigada por sua visita ao Le Paquet!
    Esse texto é bem interessante pois muitas vezes estamos diante de pessoas com este perfil e nem nos damos conta!
    Tenha uma ótima semana!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Agradeço seu carinho, Rosa.
      Verdade, muitas vezes não percebemos o psicopata.
      Feliz semana para você também, abraços carinhosos
      Maria Teresa

      Excluir
  4. Muito bom alerta, embora nem sempre se possa detectar o comportamento de um psicopata, mas é bom saber de sua frieza e insensibilidade, pois essa a gente sempre detecta né mesmo?
    Amiga Maria Teresa, obrigada pelo carinho lá no meu espaço, também gosto de você e desejo-lhe tudo de bom!
    Abraços apertados!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Ivone!
      Gosto muito de seus textos e comentários, aprendo muito.
      Abraços carinhosos
      Maria Teresa

      Excluir
  5. Abençoada semana!!!!!!!!! Bjkssssssss

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amém, Gigi, seja sempre abençoada,
      abraços carinhosos
      Maria Teresa

      Excluir
  6. Olá, linda e doce amiga!

    Fabuloso o texto de Pablo Huerta! O li, duas vezes, e achei k há mto homem, por aí e por aqui, PSICOPATA ou com características, algumas, desse comportamento, dessa doença.
    Me lembrei logo de alguns blogueiros, k têm atitudes k eu não entendo. Bem falantes, no início, depois, descambam, por não conseguirem o k pretendem e depois escrevem, escrevem no blog deles, mas não comentam nenhum blog. Prazer solitário da escrita? Fuga ao mundo real?

    Muito há k dizer sobre esse tema, Teresinha.

    Beijos e abraços.

    ResponderExcluir