Com amor, todo sonho é possível

A resignação...


"Violência contra a mulher é crime! Denuncie!" - página Facebook


"A resignação é a renúncia."
(Camilo Castelo Branco)

A resignação,
muitas vezes,
é resultado da acomodação,
do medo ou
preguiça de lutar
para mudar alguma coisa,
desta forma renunciando
àquilo a que temos direito ou
negando alento a outra pessoa,
aceitando passivamente
imposições às vezes injustas,
que poderiam ser contestadas e
amenizadas,
com bom senso e orientação.

Não perca seu entusiasmo e
senso de justiça!

Texto extraído daqui: 313




Abraços carinhosos

4 comentários:

  1. Entra aquele a quem a porta é aberta.
    Fica, se for permitido ficar.
    Faz o que lhe é permitido que faça.
    Sai ileso porque lhe é permitido que isso ocorra...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo plenamente, Ana, enquanto permitimos que fique, enquanto permitimos que faça!
      A partir do momento que, não mais aceitamos, nem permitimos, somos agredidas e forçadas
      a conviver com isso, mesmo contra nossa vontade, precisamos reagir.
      Se a negativa, através da palavra, do bom senso, não nos protege, das agressões que sofremos, das imposições que nos limitam, da liberdade que nos cortam, o que faremos?
      Se a denúncia, sem corpo, ou rosto quebrado, não é válida;
      Se o mal que nos deprime, oprime, tortura e violenta não deixa marcas expostas;
      Se registramos o fato e, mesmo assim, o agressor continua incólume;
      Se clamamos por Justiça e, ninguém nos ouve.
      Que podemos fazer?
      Se até, quem tem meios para nos defender, nos vira as costas, ignorando nossos apelos!
      Tornar público, clamar e acreditar, que apenas, a Justiça Divina, poderá nos salvar e proteger da morte, nas mãos de quem se acha dono de nossa vida.
      Nós não permitimos, nem aceitamos que espalhassem mentiras e difamassem nosso nome, mas o fizeram. A astúcia de quem premeditou e elaborou um plano perfeito, para se apossar e se livrar da vida de quem, por amor se entregou, abrindo as portas de sua casa, de quem se apossou de uma pessoa inteira, sugou-lhe tudo, restando apenas uma fagulha.
      Resto, que agora, reanimado pelo Amor que lhe dá força para ir em frente, tenta mostrar que nada, mas nada mesmo, vale mais que a nossa vida.
      Que não podemos ceder às promessas de mudança, quem é do bem, já nasce bondoso.
      Que devemos nos precaver e afastar o que não nos conduz à felicidade e paz conquistadas.
      Que precisamos lutar, para garantir nosso direito à vida.
      Resto que, apesar das agruras, luta por Justiça!!!
      Agradeço, abraços carinhosos
      Maria Teresa

      Excluir
  2. Respostas
    1. Obrigada Gigi, pra você também, abraços carinhosos
      Maria Teresa

      Excluir