Com amor, todo sonho é possível

Justiça


 

 Eu decidi por ser feliz,
independente do amor
de meus filhos,
sem deixar de lado,
o foco da minha luta:
"Justiça para as Mulheres Vitimas da Violência Doméstica!"
"Abaixo a Impunidade para os agressores!"

"Quase fui morta,
esganada,
pelas mãos de um patife,
 até hoje tenho pesadelos e
 a impressão de ter seus dedos apertando meu pescoço,
me esganando até perder os sentidos,
querendo me matar,
para não me dar o divórcio."

-"Vou te matar, abrir um buraco no mato, te jogar lá dentro, 
despejar um saco de cal, que ninguém vai achar teu rastro."

"Eu tenho as manha de cometer o crime perfeito, meu ... me deu todas as dicas."

-"Se não me der por bem, vai ser por mal... me estuprou."
Sumiu com BO's e Laudo pericial do IML.

E, me torturou:

-"Se não me deixar entrar, me enforco na árvore de casa,
com uma placa: "Igual à mãe dela."

Fui torturada e estourada, feito uma vagabunda e sou a única culpada!

-"Eu te mato, desgraçada."

-"Você não passa de uma fracassada."

Isso, porque é um "homem muito bonzinho".

Um indivíduo que explorou, maltratou,  torturou, difamou, caluniou, roubou,
ameaçou, tentou matar, estuprou e posa de "homem do bem".

 Luto por Justiça para as mulheres que sofrem violência doméstica!

Abaixo a impunidade machista!

Um comentário:

  1. Olá, linda amiga!

    Palavras o vento as levas. As atitudes ficam para quem as pratica.

    Continue dizendo, não cale, pke um dia, a verdade será só uma.

    Beijos, com ternura!

    ResponderExcluir