Com amor, todo sonho é possível

A vida é um jogo!



A vida é um verdadeiro jogo,
de cartas marcadas,
tens que estar atenta, 
a todas as movimentações 
do teu oponente!

Desde que comecei a trabalhar,
aos 11 anos,
sem nunca receber até os l8,
quando peguei minha mala e
saí de casa,
tinha como meta montar
 um negócio próprio,
que seria da família.

Trabalhava, estudava e 
em paralelo, aprendia de tudo,
para um dia me estabelecer.
Investia em cursos, livros,
revistas, materiais e apetrechos,
para montar o comércio 
dos meus sonhos.

Fiz até poupanças,
mas como tinha os filhos e um carrapato
que meu sangue todo consumia,
logo perdi a casa que comprara,
por não ter ajuda, só despesas
com o vigarista,
rapando tudo que eu investia!

Comecei tudo de novo,
em outro local, mais preocupada ainda,
porque os filhos crescendo e 
sem ter ofertas de emprego na cidade,
agora com 6 bocas para alimentar e
+ um chupim para se aproveitar.


    
Posso dizer que tive paciência até demais,
por não ter quem me apoiasse,
todos sempre foram a favor desse monstro,
todos sabiam o tormento que era
minha vida com ele,
ninguém me apoiou!

Não queria trabalhar,
não aceitava ordens de ninguém,
só restava abrir um comércio na própria casa,
mas tinha que ser algo que 
não tivesse trabalho para fazer,
que qualquer um pudesse ficar,
para que seu tempo fosse
ocupado em jogar bola!

Claro que todos se mandaram.
Cheguei a tentar iniciar no artesanato, 
eu sozinha não conseguia,
por conta das dores que me limitam
mas queriam dinheiro na mão,
não era como vender um imóvel que, 
em 10', se ganha para o mês todo,
só que o dinheiro sumia e,
 era eu quem quem precisava 
ficar à testa do negócio e 
continuava a pagar 
todas as despesas da família!

Percebendo como o indivíduo era esperto,
que nem um carro "0" que comprou,
com parcelas pequenas,
numa autorizada de amigo meu,
conseguiu pagar!
Comecei a me apavorar,
como podia administrar uma empresa,
se não tinha controle de nada,
agora fico sabendo que ganhavam muito bem,
onde está o dinheiro,
se nunca declarou a fortuna que ganhou e,
se nem as contas da imobiliária pagou?
Em algum buraco enfiou!

Não remunerava os filhos,
não colaborava com a casa e 
ainda me impedia de montar o comércio 
que tanto queria, para acomodar meus filhos.
Sempre perguntei aos meus filhos
o que queriam da vida?
Orientava a  todos
que precisavam se esforçar, aprender um ofício,
tinham que se dedicar a alguma coisa,
não podiam passar a vida encostados em mim.
Tentei comprar outra casa,
mas fui obrigada a vender,
para pagar faculdade de filho e
o rombo da imobiliária que recebia aluguéis e
não pagava os proprietários.

Teve um que manifestou desejo 
de aprender artesanato,
não queria mais trabalhar na imobiliária,
ficou noivo, não saia da casa dela.
Desmanchou o noivado e,
 ficava em casa, sem fazer nada!
Escolhi uma professora de arte muito boa e
o mandei para lá, pagando-lhe pelo curso...
Fez, mas não se interessou!
Nada queria fazer e, 
foi morar com uma mulher
já com filhos.

Aí, encontro com esse filho na rua,
todo sujo de graxa, mancando e choramingando
que estava vindo do posto, porque caiu uma peça em seu pé.
Fiquei desesperada, qual mãe não ficaria,
ao ver o filho daquele jeito, alegando que a pressão estava alta.
Como não fazia faculdade,
na idade que estava, meu convênio não cobria,
não ganhava para manter a família e
ainda podia ficar entrevado numa cama,
sem que eu pudesse fazer nada?
Fui falar com eles!
Não criei filho para encontrar sujo de graxa, neste estado!
Toma juízo, vai trabalhar, seja lá no que for, assuma a família!
Cria responsabilidade, não se encoste em mulher!

Não demorou muito, esse filho veio pra casa,
acolhi e o pai aproveitou para envenenar a cabeça do filho:
-"Você é trouxa, não volta mais, aproveita,
se livra dessa, isso é encrenca,
onde já se viu pegar mulher com filhos!"
Conversava muito com ele e o apoiava,
naquilo que queria.
Ninguém pode ir contra o coração!
Perguntei-lhe se era essa moça que amava?
Disse que sim, perguntei-lhe se os filhos eram contra,
disse-me que não:
-Então se acerte com ela, vá ser feliz, eu te abençoo.

Eu mantive a minha família, até os que não trabalhavam, 
mas insistia com todos, para que fossem responsáveis pelo seu sustento,
deveriam trabalhar fora ou em casa, mas produtivos, não sanguessugas!"

Acho vergonhoso,
 homem que se encosta em mulher, 
só por interesse, explorando-a e
quer levar a vida de solteiro, galinhando! 
Nunca quis esse exemplo para meus filhos! 
Eu, como mãe, tenho muita vergonha, 
de filho que não assume família,
não importa se os filhos são dos outros, 
mas no momento que assume,
passa a ser a sua família!

Não aceitava manter um vagabundo, 
sem trabalhar, dentro de casa!
Eu tive que entrar em financiamentos, 
todas as vezes que precisei pagar 
contas do irresponsável do pai,
nossos gastos com luz, água, imposto,
saúde, alimentação, educação, carro e vestuário,  
eram muito altos, por mais que pedisse 
para que economizassem, ninguém me ouvia,
ninguém colaborava!
Por mais que tentasse planejar e me organizar,
tudo saia do controle!

Se eu acreditava e investia em um sonho,
que ninguém quis me acompanhar,
 é justo me matar, para de tudo se apossar?
Deveriam esperar pelo meu desenlace,
não é mesmo?

"Será que não estão invertendo os papéis,
quem explorou quem?"

"Tentam me atingir, com chantagens emocionais,
imputando a mim todas as culpas!"

"Eu sou obrigada a pagar as contas, de uma pessoa, 
que nunca foi capaz de gerir nem sua própria cabeça?
Que nunca soube o que queria da vida?
Que nunca foi responsável por nada?
Que só me humilhou e maltratou?
Que só me torturou e ameaçou?
Que se aliou aos filhos para me estuprar e matar,
para de mim se livrar?
Que fez a cabeça dos filhos, para me bater e matar?
Filhos que só sabiam me maltratar,
dizendo que era obrigação minha,
pagar as contas deles, mesmo maiores de idade?
Filhos que me viraram as costas,
me desprezando,
quando fragilizada pelas ameaças,
agressões e pelo estupro,
pedi ajuda,
pedi compreensão pelo que estava passando?
Nenhum me deu a mão,
nenhum foi capaz de me abraçar e dizer:
mãe eu estou aqui para te ouvir,
para te abraçar!
Não, ninguém ligou,
todos me ignoraram, me desprezaram e
me acusaram de ser a única culpada!
Tive um sim, que me disse,
mãe, acredito em você,
mas que foi neutralizado,
porque publicaram que esse filho
abusou de mim!
E, ainda são capazes de vir me falar:
-Você não me ama!

Neste meu momento de angústia e desespero
fui salva:

"Em Nome do Senhor Jesus"
que me livrou da morte,
nas mãos dessas pessoas.


"Toda Honra e toda Gloria a Ti, Senhor meu Deus!"
Obrigada, por me permitir viver mais um dia!
Abraços carinhosos

12 comentários:

  1. Quantas histórias poderíamos rever aqui!

    r: Escrever cartas nunca foi um hábito que mantivesse com alguém, mas agora tenho pena disso!
    Beijinhos*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade, Andreia, muitas histórias!
      Sempre gostei de escrever!
      Agradeço, tenha um lindo fim de semana
      abraços carinhosos
      Maria Teresa

      Excluir
  2. Minha querida, como sofreste! Que daqui para frente tenhas só paz e alegrias. Sinta-se abraçada, beijinhos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Agradeço, Patricia!
      Que Deus te abençoe, abraços carinhosos
      Maria Teresa

      Excluir
  3. Oi amiga ao ler estas linhas fico feliz em saber que isso acabou que agora você tem Jesus, e tudo se renova,beijokas amada tenha um lindo fim de semana!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amém, Dinha, com Jesus temos uma nova vida!
      Agradeço, tenha um excelente domingo.
      Abraços carinhosos
      Maria Teresa

      Excluir
  4. Abençoado final de semana!!! Beijokas

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amém Gigi, tenha um excelente domingo!
      Abraços carinhosos
      Maria Teresa

      Excluir
  5. Há situações, histórias de vida, completamente, demoníacas, mas o BEM SEMPRE VENCERÁ O MAL!

    Sua vida dava um filme. Por que aceitou ter tanto filho com esse homem, querida amiga? Se você tivesse tomado a pílula, ele nem ficaria sabendo disso.

    JESUS A LIBERTOU DAS GARRAS DE SATANÁS!

    Beijos e dias luminosos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. CÉU, sinceramente, não sei te dizer, eu não queria e não podia ter mais filhos, por conta de minha situação profissional e por já criar 3 filhos sozinha.
      Era tão seletiva, não sei o que me aconteceu, pedia aos médicos para me operarem, nenhum quis! No 5º filho eu tomava pílula e falhou!
      Tem coisas que não conseguimos acreditar, minha última gestação eu já estava sem menstruar há 4 anos e mesmo nessa que foi de risco e parto cesárea, implorei ao médico para aproveitar e fazer a laqueadura, o médico não fez, porque ele não autorizou, você acredita nisso?
      Mas, ontem, ao ouvir meu filho falar que se eu não tivesse engravidado do pai, ele não teria nascido, eu agradeci a Deus por meu filho!
      Quando temos que passar por alguma coisa, ninguém passa por nós!
      Quando analiso tudo que passei, penso que estou sendo testada na resistência, eu era tão dona de mim, tinha tudo na ponta da língua e
      fui dobrada por um idiota!
      Eu tinha consciência e abobalhada não conseguia agir, tal o domínio e a insistência que esse homem exercia sobre mim, tinha muito medo que fizesse alguma coisa contra meus filhos. Ele sabia dessa minha fraqueza e era neles que se encostava.
      CÉU, disso eu tenho certeza, eu estava nas mãos do demônio e Jesus me libertou! Criei coragem e gritei "Sai daqui, satanás!"
      Nunca o havia enfrentado, acho que viu que o negócio era sério, chamou o filho, falando que eu o queria matar. Em 10' apareceram os 3 e, o puseram pra fora.
      Estou publicando, justamente para no caso dele me matar, possam confrontar as informações, se guardar, ele vai alterar e deletar, estando no blog e com 3 pessoas que guardam todas as minhas publicações, não há como escapar.
      Agradeço, CÉU, tenha um excelente domingo, abraços carinhosos
      Maria Teresa


      Excluir
  6. Teresinha, inacreditável! A Idade Média se verificou entre os séculos V a XV, como tão bem sabe. Mas quem manda no nosso corpo? Nós, somente.
    Não entendo o procedimento desse médico. Então, o macho é quem decide sobre nosso corpo?
    Qtos filhos tem você, no total, meu anjo?

    Ele não te mata, COISA NENHUMA, pke ele sabe que agora para além de Deus, há mta gente k te está protegendo.

    Mãe galinha! Mãe babada! Mãe "tolinha". Me desculpe, por favor!

    Qdo você estiver TOTALMENTE livre dessa escuridão, vá pintar seu cabelo, se maquilhe a seu gosto e diga pra você e para todo o mundo: ESPELHO MEU, ESPELHO MEU, HÁ ALGUÉM MAIS BELO DO QUE EU?

    Beijos e beijos, querida!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, CÉU, é inacreditável, mas é real!
      A mulher continua sendo propriedade do macho, é discriminada, difamada e ainda é maltratada, se denuncia as agressões.
      Essa é a razão por continuarem agredindo e matando mulheres, infelizmente!
      Tenho 6 filhos homens, todos me agrediram e desprezaram, apenas 2 deles, se arrependeram do que me fizeram e se desculparam.
      Tive a atitude extrema de publicar, porque é a minha única defesa!
      CÉU, o cabelo e a maquilagem não vão acrescentar ou mudar a imagem que hoje tenho de mim, depois que consegui me libertar desse demônio. Não há espelho melhor que a nossa alma, quando está em paz, quando está alegre e feliz!
      Gostaria que todas as mulheres em situação de risco, criassem coragem, perdessem a vergonha e denunciassem, porque ainda acredito que existam pessoas do bem, nas Delegacias de Policia!
      "Não se cale. Denuncie."
      "Antes que a vergonha te mate!"
      Gratidão CÉU, abraços carinhosos
      Maria Teresa

      Excluir