Com amor, todo sonho é possível

Negar um erro...





"Negar um erro é errar duas vezes."
(Ciro)

Não tenha receio de admitir suas falhas.

Não tente esconder quando você erra.

A cada vez que você disser "não sei",
você estará aprendendo.

Todos nós falhamos,
sim.

Em algum momento da vida,
erramos.

O que podemos fazer é estar atentos sempre,
cada vez mais,
com nossas falhas.

Você verá que com o tempo
elas diminuirão bastante, e
você sentirá mais confiança
em dizer "não sei"
antes de errar.

Texto extraído daqui: 29

Não há decepção maior para uma mãe,
do que ser sepultada viva,
pelos próprios filhos!
Saquearam todos os pertences da mãe,
na certeza de sua morte,
a desprezam como se leprosa fosse,
depois,
com medo de serem processados,
a visitam e tentam forjar provas,
para incriminá-la.
Cegos e surdos se omitem e
alegam nada saber,
foi apenas um mal entendido!
Difamam,
desmoralizam a mãe e
espalham que foram por ela explorados.
Triste criar filhos,
lutar e dar a vida por eles,
para perceber que,
na verdade,
formou pessoas mentirosas,
rancorosas,
gananciosas e covardes,
incapazes de perceberem o mal
que causaram à genitora.
Que Deus se apiede de nossas almas!
Maria Teresa



Lindo anoitecer!
Abraços carinhosos!

8 comentários:

  1. Olá, Maria Tereza.
    Nunca tive filhos. Vejo que algumas das pessoas que, ao saber da minha escolha, me perguntaram: "Quem vai tomar conta de você na velhice?" Hoje estão envelhecendo e vendo seus filhos indo embora, cuidar da própria vida, até mesmo indo morar em outros estados ou países. Ter filhos não significa que eles vão tomar conta da gente, e nem que vão nos amar.
    Infelizmente.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ana, não me preocupa o fato de nenhum filho cuidar de mim e nem quero ficar com nenhum deles, tenho isso muito bem digerido dentro de mim! Nada espero dos meus filhos, mas não me igualem a eles, porque eu lutei muito para chegar aqui.
      Agora, o que não engoli, foi terem arquitetado um plano para me tirar da casa e me matar. Estavam tão certos da minha morte que os três daqui saquearam todos os meus pertences, poxa criei esses filhos com muito carinho, não queriam trabalhar e eu aguentava tudo nas costas, para agora espalharem que tinham direito a tudo que era meu, alegando que eu os explorei, me depenaram viva.
      Depois, com medo de serem processados, quiseram forjar provas para me incriminar?
      Sou mãe deles e, se não aprenderam como devem se comportar, nem querem me escutar, estou lhes passando a lição que já deveriam saber de cor: todo homem deve ser íntegro, honesto e responsável!
      Nunca pedi que me amassem, mas deveriam me respeitar e não ser cúmplices e coniventes com crimes praticados contra mim e ainda espalhar mentiras me difamando e prejudicando na cidade.
      Se o pai deles não vale nada, é um pilantra que se encostou em mim, para me explorar e me matar, assumam esse pai.
      Não vou me matar por conta desses filhos.
      Agora, torno público, porque enquanto me calei, eles se valeram do meu silêncio para fazer o que queriam.
      Como eu, devem existir mais mulheres passando por situações iguais ou piores que a minha, que estão caladas e acabam morrendo caladas, por vergonha...
      Minha mãe morreu calada, essa é a minha vida, não me calo e insisto: "Toda mulher vítima de violência doméstica, deve denunciar!"
      Não quero nada de filho, mas também não quero hipócritas frequentando a minha casa!
      É a vida Ana, infelizmente!
      Já que escolhi viver no mato, não tragam essa energia maldosa para minha casa, nem venham me falar para arrumar homem!
      Fazer esta campanha é minha escolha, não é por falta de homem, porque já apareceram muitos, mas agora, sem filhos para criar, posso ser mais seletiva, não tenho urgência, não é qualquer um que deixarei se aproximar.
      Não estou mais ansiosa, confio em Deus, se for da vontade Dele, saberei quando a pessoa chegar.
      Obrigada, Ana, tenha um excelente fim de se4mana!
      Abraços carinhosos
      Maria Teresa

      Excluir
  2. Teresa,
    Eu adoro dizer essa frase: Eu não sei! Nem tudo temos que saber! E acho a maior virtude alguém dizer que não sabe e está disposta a aprender!
    Beijos
    Adriana

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo, Adriana!
      Eu também nada sei, aprendo muito todos os dias, isso é maravilhoso!
      Acho interessante, que hoje o aprendizado é uma constante.
      Temos que estar receptivo, senão tudo passa e não aprendemos!
      Obrigada, abraços carinhosos
      Maria Teresa

      Excluir
  3. Teresa,
    Sou dessas que não acho pecado nenhum dizer que não sei de alguma coisa. Aprender sempre é válido e não é desmerito nenhum dizer que não sabe.
    Beijos
    Adriana

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Com razão, Adriana!
      Quando tudo sabemos e nos omitimos alegando nada saber, mentindo e difamando as pessoas, encobrindo as verdades, isso sim, é um desmérito e crime de perjúrio.
      Agora, quem nada sabe, assumir é um grande mérito!
      Tenha um excelente fim de semana, abraços carinhosos
      Maria Teresa

      Excluir
  4. Olá, linda amiga!

    Errar é humano e reconhecer o erro é mais que humano. É natural e de bom tom e coração.

    Qto a seus filhos, enfim, acho k herdaram o caráter do pai, infelizmente.

    Beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, CÉU!
      Todos erramos, CÉU, sei disso, mas quem persiste no erro, só se tiver espírito maligno. Não acredito que meus filhos sejam do mal,
      por isso luto por eles!
      Abraços carinhosos
      Maria Teresa

      Excluir