Com amor, todo sonho é possível

Enlouquecer de vez em quando...



Texto muito lindo, publicado na página
 Escravo da Liberdade - Facebook,
que tomei a liberdade de trazer, 
para que você possa refletir que "sadio" 
é quem se permite ser "normal",
quem não se envergonha de suas emoções e
ousa ser feliz, apesar de todos os pesares!
Maria Teresa

Enlouquecer de vez em quando pode salvar uma alma:
Desde muito cedo na vida vamos aprendendo a nos conter.
A engolir o choro, a interromper a risada, a ponderar a língua, a ajustar os movimentos do corpo, a maneirar nos gestos.
Vamos crescendo e ficando mais regrados, mais comedidos, e isso é importante para a vida social, para respeitar o espaço alheio e o ambiente comum e ter noção dos próprios limites. Mas também acho que a disciplina excessiva das emoções pode desestabilizar uma alma.
Parece que uma pessoa adulta equilibrada é aquela que tem convicções, postura, autocontrole exacerbado, não fala na hora indevida, não titubeia nas decisões, sabe o que quer, sabe por onde vai, com quem vai e como vai.
Mas eu acho que equilíbrio mesmo é abrir-se e permitir-se expressar. Equilíbrio é um dia aceitar a chuva de lágrimas, a desesperança, a tristeza e no outro, navegar na maré calma e morna da alegria.
Equilíbrio é gritar para extravasar, é calar quando não tiver nada para dizer. É falar pelos cotovelos quando a mente sentir vontade de celebrar e narrar histórias.
Confio mais nas pessoas que são mais cheias de dúvidas do que de certezas, que têm mudanças de humor, que em alguns dias têm os olhos marejados e em outro, um sorriso largo.
Acredito na importância de se permitir transbordar, deixar energias de dentro virem à tona quando elas aparecem.
Porque um choro pode ser apenas uma limpeza de algo que machucou. Mas muitos choros contidos podem afogar uma alma.
Porque uma gargalhada descomedida pode ser uma explosão de alegria momentânea, mas pequenas felicidades reprimidas podem desencadear uma apatia no olhar para o mundo.
Porque um ato de loucura, um grito, um berro, um travesseiro arremessado na parede pode ser apenas uma euforia ou uma raiva que invadiu nossas células, mas muita raiva refreada pode causar manchas irreparáveis por dentro.
Por isso tudo, acho que bonito e equilibrado é o ser que não se envergonha de chorar, amar, sorrir, titubear, enlouquecer de vez em quando. Equilíbrio é saber que somos seres sociais e químicos, culturais e bichos, crianças e adultos, inseguros e confiantes. Tudo junto e misturado.
Harmonia é deixar-se ser, explorar-se de um polo a outro nessa mesma pele.
(Clara Baccarin)
Gratidão: Mauro Sérgio - Escravo da Liberdade

"Um dos maiores prazeres da Vida
é fazer o que os outros dizem que você não é capaz."
(Ana Maria Braga 29/04/2016)

Desconheço a autoria da imagem.

Viver é assim,
se não tiver talento,
esforce-se!
Maria Teresa


Desconheço a autoria da imagem.

Agradeço pela minha Vida, que o Senhor resgatou e restaurou!

Agradeço a Deus, que por Sua Graça e Misericórdia,
me permite servi-Lo com alegria!

Abraços carinhosos

4 comentários:

  1. "Por isso tudo, acho que bonito e equilibrado é o ser que não se envergonha de chorar, amar, sorrir, titubear, enlouquecer de vez em quando. Equilíbrio é saber que somos seres sociais e químicos, culturais e bichos, crianças e adultos, inseguros e confiantes. Tudo junto e misturado."
    Perfeito!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Boa tarde, Marilene, gratidão!
      Tenha uma semana feliz e abençoada,
      abraços carinhosos
      Maria Teresa

      Excluir
    2. Que assim seja para todos nós. Abraços carinhosos!

      Excluir
  2. Oi, linda Teresinha!

    De vez em qdo e sempre k necessário.
    Um grito, um desabafo, um parir a loiça, como se diz por cá, pode nos afirmar e nos engrandecer.

    Um texto fantástico!

    Beijos e dias de luz!

    ResponderExcluir