Com amor, todo sonho é possível

Mãe é Mãe







Solteira , viúva, casada, divorciada, adotiva, ausente ou presente,
 MÃE É MÃE,
não deixa de ser pelo rótulo social , nem porque já partiu .
 Não existe dia específico para valores e afetos,
 não tem mês especial para que ela se torne especial,
 mãe em qualquer circunstância, a qualquer dia ou hora deve ser lembrada,
amada, respeitada, e valorizada por quem ela  chama de filho(a).
 Conheço uma senhora de 80 anos que sempre diz ,
 mãe é para cem filhos , mas cem filhos não é para uma mãe, e
 a realidade doída que vemos hoje  é o abandono,  é o desrespeito ,
 é o filho(a) achar que já tem idade para fazer o que quiser,
que já pode sair batendo portas na cara
de quem um dia tinha o maior cuidado
 para que a porta não batesse na cara de seu filho. 
Hoje é muito fácil fazer bonito em redes sociais,
 é muito lindo reunir todos na casa da mamãe,
  é muito edificante presentear, abraçar, 
 dizer que ama em um segundo domingo de maio qualquer ,
 o difícil é ser filho(a) o suficiente para reconhecer o tamanho valor que ela tem . 
Muitas hoje em dia esperam de seus filhos apenas um abraço ,
 uma presença, um afago, uma proteção, um carinho ,
 um aconchego de filho , e a obediência ,
 muitas na verdade querem apenas  ser ouvidas ,
 compreendidas sem tantos questionamentos,
  muitas querem que você que já cresceu,
 que já se acha dono(a) de si tire um tempo pra ela ,
 e a considere acima de tudo como um alguém importante na sua vida ,
 ocupando um lugar único , que só Deus é capaz de ocupar... 
 Amor de mãe é parecido com o de Deus , incondicional, e
 mesmo que todos nos abandonem um dia, ela jamais nos deixa,
 mesmo que esteja ausente... Mãe é sempre Mãe...  
Valorize a Sua... não por um dia, mas a vida toda.

"Um dos maiores prazeres da Vida
é fazer o que os outros dizem que você não é capaz."
(Ana Maria Braga 29/04/2016)

Desconheço a autoria da imagem

Viver é assim,
se não tiver talento,
esforce-se!
Maria Teresa


Agradeço pela minha Vida, que o Senhor resgatou e restaurou!
Agradeço a Deus, que por Sua Graça e Misericórdia,
me permite servi-Lo com alegria!

Abraços carinhosos

8 comentários:

  1. É bem assim...depois sentimos falta, quando já não temos mais tempo...
    Que Deus toque no coração de todos os filhos.
    Uma semana de muitas bençãos e de paz!
    Um abraço, Maria Teresa.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amém... Que sejamos todos abençoados com a Paz!
      Boa tarde, Sandra, gratidão!
      Felizes dias, abraços carinhosos
      Maria Teresa

      Excluir
  2. Olá, querida Teresinha!

    Sua postagem começou da melhor maneira, ou seja, com gatinhos e pezinhos de bebé, acariciados pela mamãe, acho eu.

    Mais um fantástico e realista texto de Cecília Sfalsin. Dessa vez, o tema é O AMOR DE MÃE, que é o maior de todos eles, a seguir ao de Deus.

    Mãe reconhece os erros dos filhos, mas se for preciso, ela está lá, no momento certo.

    Mãe dá a vida, se preciso for, por um filho. Filho não dá, em geral, ou pelo menos, eu não sei de nenhum caso desses.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bom dia, CÉU, gratidão!
      Conheço filhos exemplares, que cuidam e valorizam muito a mãe.
      Isso, também, é uma questão de caráter...
      Felizes e abençoados dias, abraços carinhosos
      Maria Teresa

      Excluir
  3. Olá Tereza!!!
    Que bela reflexão, mãe será sempre mãe, digna de todo o nosso amor, carinho e atenção.
    Agradeço a visita em meu blog, estou visitando o seu pela primeira vez e já estou gostando.
    Um grande abraço!!!
    Paz e Luz!!!


    Anna Lírios em Letras

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Boa noite, Anna Lírios, gratidão!
      Mãe é mãe, que assim sempre seja!
      Felizes e abençoados dias, abraços carinhosos
      Maria Teresa

      Excluir
  4. O amor de uma mãe é o que mais se aproxima do amor Ágape. Sou mãe, sou avó, sei o que este amor. A Bíblia diz muita coisa sobre o filho que envergonha seus pais, da posse antecipada de herança dentre outras coisas que hoje são 'liberais' em relação aos pais. É lamentável!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Boa noite, Marilene, gratidão!
      É verdade, o amor de mãe é indefinido e, se tem algo que magoa uma mãe, é quando um filho duvida de seu amor e, mesmo depois de ter se sacrificado por ele, o filho te ignora e rejeita, como se você não fosse nada, além de um trapo jogado!
      É realmente lamentável ver a ganância e a cobiça, no coração de filhos que você criou com tanto amor.
      Felizes e abençoados dias, abraços carinhosos
      Maria Teresa

      Excluir