Com amor, todo sonho é possível

Jamais se cale!

Ocaso em 19/10/2016, à 17:49hs.

Não se cale!
Não tenha vergonha de se expor,
é preferível colocar pra fora o que te incomoda,
do que o incômodo se manifestar em doença...
ou te matar!!!
Por me calar, surtei!
Hoje,
preciso de testemunhas para o que passei e,
aceitei o que um filho falou, como real,
que ninguém daqui seria minha testemunha,
já que o ex, alega que havia se separado em 2011,
quando na realidade, os filhos o tiraram da minha casa,
 em 15/11/2012.

Assim sendo,
o elemento PRP (poderoso, respeitado e protegido) torna-se a vítima,
o que filhos e noras confirmam, num jogo de datas para confundir.
Caracterizando dessa forma a minha demência!
Preciso de testemunhas e tenho falado
que ninguém daqui quer se envolver,
o que não é verdade,
muitas pessoas estão me parando e
se oferecendo como testemunha, mas não aceito
- Sou eu que não quero envolver pessoas inocentes,
num conflito familiar que pode causar mais vítimas,
porque o PRP é muito vingativo.
Sei que não sairei viva desta história,
 estou jurada de morte,
 já que o coitadinho PRP alega
que eu manifestei "problemas mentais" logo após o casamento e
que ficou comigo por "amor".
Portanto, 
deixo aqui registrado,
para que você, 
em situação de violência ou risco,
tome muito cuidado,
para as armadilhas que os PRPs armam...
 
Jamais se cale!
Denuncie!
Pense nisso!!!
A vergonha mata!!!
A melhor solução é falar!!!
Maria Teresa

Pois é.
Para onde???
Pensemos...
As palavras silenciadas, não-ditas ou mau-ditas,
 podem esconder/mostrar fenômenos traumáticos.
Se for assim,
 do ponto de vista psicanalítico
 essas palavras podem estar sendo recalcadas no inconsciente.
 A manifestação poética,
 como toda manifestação artística,
é catártica, portanto, apresenta-se como cura.
 A poesia tem o dom de dizer o que,
 no discurso normal, cotidiano, seria calado.
A cura analítica encontra-se na verbalização.
 Quando a gente nomeia o que é traumático,
quando a gente discorre sobre, quebra-se o mistério.
O que antes era inefável, agora já não é mais...
Então, falar é preciso... Escrever é preciso.

Gratidão, poeta Ribamar, pelo excelente texto!

Agradeço aos amigos que nos acompanham e
 incentivam a escrever, não temos veia poética,
mas escrever nos fez muito bem,
curou nossa alma, diante de tantas injustiças!
Maria Teresa

"Um dos maiores prazeres da Vida 
é fazer o que os outros dizem que você não é capaz."
(Ana Maria Braga 29/04/2016)
#Indignação#
Dê um tempo pra quem não tem tempo pra você!
(Ana Maria Braga 05/10/2016)
Viver é assim,
se não tiver talento,
esforce-se!
Maria Teresa
#Minha Eterna Gratidão#
"Quando a dor de não estar vivendo for maior
que o medo da mudança, a pessoa muda!"(Freud)
Agradeço pela minha Vida, que o Senhor resgatou e restaurou!
Agradeço a Deus, que por Sua Graça e Misericórdia,
me permite servi-Lo com alegria!
Abraços carinhosos

4 comentários:

  1. Quer me parecer que tens um problema a resolver, é sempre assim, passamos por loucas quando na verdade apenas não suportamos uma vida indigna, e todos acreditam naquele que aparentemente tem mais forças. Mas a força vem de DEUS, que está lhe abençoando agora querida. Abraços.

    ResponderExcluir
    Respostas

    1. Que assim seja, tomo posse dessa bênção!
      Boa noite, Sonia, gratidão!
      Parece piada, não? Mas não é, essa é a forma dos homens se livrarem das mulheres, antigamente, quando arranjavam amantes, para das mulheres se livrarem, alegavam a demência e a internavam no Juquery, onde lá morriam intoxicadas com os remédios que ministravam e ninguém, mas ninguém mesmo as socorria.
      Hoje, tempos modernos, já não conseguem internação, mas negam o divórcio e as torturam até que enlouqueçam e se matem, se começar a demorar eles dão um jeitinho de as matar e simular suicídio...
      Tem até "profissional" para atestar a loucura da mulher, para assim justificar junto ao Órgão do INSS, caso ela seja aposentada, para logo receber a pensão por morte!
      Se estou aqui, Sonia, é pela graça e misericórdia de Deus, que me permite ter lucidez para me defender na internet, com isso eles me deram um pouco de sossego. É temporário, eu sei, mas coloco tudo aqui, para garantir que eles não saiam ilesos do crime.
      Felizes dias, abraços carinhosos
      Maria Teresa

      Excluir
  2. Oi, linda Teresinha!

    Estou comentando posts já publicados, pke os acho mto interessantes e se relacionam com você, com tudo aquilo porque passou e com o sofrimento de outras mulheres, tb, e pke agora estou com mais tempo agora.

    Esse negocio de Top Comentarista, nada me diz, aliás, eu dou sempre mais do k recebo, embora receba o suficiente, por isso tenho tanto para oferecer aos outros.

    Inteiramente de acordo. Silêncio, NUNCA e Denuncia, SEMPRE!

    Um lindo ocaso, que quase parece aurora.

    Beijos e tudo de bom!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Boa tarde, doce e linda CÉU, gratidão!
      Respondo a todos posts, amiga, mas tem alguns que respondo e desaparece, volto para responder e não consigo entrar, estou conseguindo responder aos mais recentes, mas vou chegar a todos, se Deus me permitir...
      CÉU, sou imensamente grata por me dar atenção, por me cutucar, me esmiuçar e questionar, eu respondo por mim, se dei a minha cara a bater, tenho de aguentar, enquanto for comigo e com a minha vida.
      Recebo todas as pessoas, procuro retribuir a visita (quando a internet permite, porque estou na briga também com a Vivo) respeito a opinião de todos e respondo a todos comentários, só não respondo quando envolver outros, aí não tem como!!!
      Gostei: Silêncio, NUNCA e Denuncia, SEMPRE!
      O anoitecer anda lindo por aqui!!!
      Felizes dias, abraços carinhosos
      Maria Teresa

      Excluir