Com amor, todo sonho é possível

Cuidado com os laços que você cria!


A violência doméstica não é marcada apenas pela violência física, 
mas também pela violência psicológica, sexual, patrimonial, moral dentre outras,
 que em nosso país atinge grande número de mulheres,
 as quais vivem estes tipos de agressões no âmbito familiar, ou seja, a casa,
 espaço da família, onde deveria ser “o porto seguro” considerado como lugar de proteção,
passa a ser um local de risco para mulheres e crianças.

Nenhum texto alternativo automático disponível.

Qual a razão da violência doméstica?
Muitas situações de violência contra mulheres acontecem simplesmente
 porque alguns homens acreditam que são “melhores” que suas companheiras. 
Pensam que têm mais poder e levam as esposas a aceitarem isso. 
Assim, quando não são obedecidos, pensam estar no direito de fazer qualquer coisa
 – agredir, xingar, desvalorizar e, até mesmo, matar
 – para fazer valer sua vontade ou aquilo que acreditam que é certo.
O que fazer em caso de violência doméstica
O primeiro passo é ligar para o número 180 e
 entrar em contato com a central telefônica para atendimento às vítimas,
criada pela Secretaria de Políticas para as Mulheres (SPM).
Ou se preferir vá a DEAM mais próxima.
Fonte:claudia.abril.com.br


Tome muito cuidado com os laços que tu crias,
nem todos são confiáveis, jamais ceda às exigências do predador,
nem se deixe levar pelas chantagens emocionais dos filhos...
Mesmo que os mais ~entendidos~ te acusem, te tratem como tola,
digam que és louca por querer ficar sozinha
 ou mesmo que te agridam, não volte atrás...
Jamais permita que o agressor chegue perto de ti,
jamais abra mão das Medidas Protetivas,
NUNCA RETIRE A QUEIXA DA AGRESSÃO
OU DO ABUSO PRATICADO CONTRA TI!
 
Presta muita atenção
não foi amor, foi cilada!
Quem ama cuida e respeita!
 
Quem tenta te matar e vive te ameaçando,
não te ama, nunca vai mudar,
é pessoa do mal, não tem sentimentos,
nem se arrepende do que faz, muito pelo contrário,
o predador quando te marca, dificilmente escapas...
São tão "inteligentes",
que nunca deixam provas,
muito menos testemunhas,
invertem os papéis, se fazem de vítimas,
a culpada é sempre você:
- "Ela é louca Doutor, está em surto psicótico..."
Arrumam até psicóloga, para atestar tua demência...
Maria Teresa

Lembre-se: ✔️ Psicofobia é crime previsto em Lei.
A Lei 236/12 criada pelo senador Paulo Davim, prevê como crime de discriminação cometer abuso ou desrespeito contra transtornados ou deficientes mentais. Também foi aprovada pela Comissão de Direitos Humanos, em maio de 2014, a PLS 74/14, para o crime ser enquadrado no código penal como injúria, e prever pena de 2 a 4 anos a quem praticar psicofobia.

Mas, às vezes erram e produzem provas...

Nenhum texto alternativo automático disponível.
Estupro é crime hediondo, 
e as penas estão previstas na Lei 12.015, de 2009.

Denuncie,
peça as Medidas Protetivas,
 se não te atenderem,
corra atrás para que Justiça seja feita,
não permita que o agressor saia impune,
zombando da Lei:
-"Vou quebrar a tua cara para fazer valer a Maria da Penha!"
- "Vou dar fim no teu corpo, que ninguém vai achar teu rastro!" 
Entenda de uma vez por todas:
-"Você não é culpada por ser humilhada, explorada,
violentada, agredida, estuprada e por quererem te matar..."
Tenha muito cuidado com o leva e trás
de quem frequenta a tua casa,
não permita fotos, não se sabe a intenção,
nem todos são do bem,
quem te abraça,
pode estar com o punhal em tuas costas!
Não confie!

Não permita que o predador se aproxime de você,
ou de tua casa, em hipótese alguma,
mesmo que te falem que agora está "ZEN",
você o conhece e sabe muito bem
do que ele é capaz,
mente muito e,
cada vez se aperfeiçoa mais,
 na hora que você baixar a guarda,
ele te mata!!!

Se não tens como te livrar,
desse relacionamento opressivo,
obsessivo e possessivo,
se estás em situação de violência e/ou risco,
se estás sendo ameaçada:
peça orientação
Denuncie 180
Antes que ele te mate...
Busque ajuda profissional
(psicológica e/ou psiquiátrica),
porque sozinha,
 não dá para enfrentar essa barra.
"Quando a dor de não estar vivendo for maior
que o medo da mudança, a pessoa muda!"(Freud)
Agradeço pela minha Vida, que o Senhor Jesus resgatou e restaurou!
Agradeço a Deus, que por Sua Graça e Misericórdia,
me permite servi-Lo com alegria!
Abraços carinhosos

0 comentários:

Postar um comentário