Com amor, todo sonho é possível

Quando Deus fecha as portas!

A imagem pode conter: flor, planta e natureza

A paz do Senhor a todos!
Tenham num lindo sábado!!
BOM DIA!!!

QUANDO DEUS FECHA AS PORTAS
Não é de hoje que muitos de nós (e porque não dizer a maioria de nós) oramos pedindo que Deus nos abra as “portas” ou as “janelas” dos céus, seja na área profissional, financeira, sentimental ou familiar.
Muitos também fazem propósitos e jejuns para que o Senhor tire todas as amarras e abra as portas em determinada área de sua vida.
Até aí tudo bem, não tenho absolutamente nada contra isso. Mas queria que você prestasse atenção no texto que está no livro de Apocalipse: “Isto diz o que é santo, o que é verdadeiro, o que tem a chave de Davi, o que abre, e ninguém fecha, e fecha, e ninguém abre.” (Apocalipse 3:7).
Repare bem que o texto diz: Jesus não só tem autoridade e poder para abrir as portas, mas também para FECHAR as portas.
Conheço muitas pessoas que dizem que “Deus só abre as portas” e o diabo só “fecha as portas”, mas isso não é verdade. O Único que tem TODO poder de abrir e fechar as portas é Jesus Cristo!
Preste muita atenção, pois a maioria das portas que se fecham em nossas vidas são fechadas justamente pelo Senhor.
Para muitas pessoas, uma porta fechada pode significar derrota, falta de fé, oração não respondida. Mas creio que seria melhor se as pessoas reavaliassem esse pensamento.
Muitas vezes aquele emprego que tanto queríamos não era da vontade de Deus. Não era o melhor para nossa vida e então Deus fechou a porta porque sabia que isso seria melhor para nós.
Não faz muito tempo um amigo meu me pediu que eu orasse por ele, pois estava surgindo uma oportunidade, segundo ele, para que ele tivesse um salário melhor. O emprego exigiria que ele viajasse a semana toda e poderia muitas vezes exigir que ele ficasse até quinze dias longe de casa. Mas, o salário era excelente.
Duas semanas depois esse amigo me procurou de novo. Ele estava muito aborrecido, pois não tinha conseguido esse emprego. Ele me disse que não entendia por que Deus não tinha “aberto essa porta” para ele.
Sentei com ele e perguntei como estavam as coisas na vida dele com relação aos filhos e a família. Ele me confessou que estava tudo bem com os filhos, mas que ele e a esposa estavam vivendo um momento de crise no casamento.
Então, fiz-lhe algumas perguntas, tipo: “Como você acha que ficaria o seu casamento se você passasse quinze dias longe da sua esposa?”; “O que você faria com o tempo livre que teria passando tanto tempo longe de casa, em uma cidade em que ninguém te conhece?”; “O que faria nas noites livres longe de casa?”.
Ele baixou a cabeça e refletiu bem. Logo em seguida confessou-me que em sua mente ele já tinha “inconscientemente” planejado alguns “bons momentos” longe da esposa. Não demorou muito tempo para ele perceber que a porta que havia se fechado era para que seu casamento pudesse ser salvo!
Guarde bem isso: uma porta fechada sempre significou segurança.
Por que fechamos a porta da nossa casa, ou do nosso carro? Para que o ladrão não entre em nossa casa e não roube nosso carro.
Assim, muitas vezes Deus fecha determinadas portas em nossas vidas para que o diabo não entre e roube coisas preciosas de nossas vidas, como o nosso caráter, a nossa integridade, etc.
Infelizmente já vi muitos cristãos tendo sérios problemas na vida porque “forçaram” portas que Deus havia fechado. Eles sabiam que certas situações não eram da vontade de Deus, mas seu desejo, sua ganância e sua própria vontade fizeram com que com que eles arrombassem portas pelas quais jamais deveriam passar.
Da próxima vez que uma porta se fechar na sua vida, antes de reclamar ou murmurar, ore e pergunte ao Senhor quem foi que fechou essa porta!
A imagem pode conter: texto

João Bandeira

E, estando eles falando ao povo, sobrevieram os sacerdotes, e o capitão do templo, e os saduceus,
Doendo-se muito de que ensinassem o povo, e anunciassem em Jesus a ressurreição dentre os mortos.
E lançaram mão deles, e os encerraram na prisão até ao dia seguinte, pois já era tarde.
Muitos, porém, dos que ouviram a palavra creram, e chegou o número desses homens a quase cinco mil.
E aconteceu, no dia seguinte, reunirem-se em Jerusalém os seus principais, os anciãos, os escribas,
E Anás, o sumo sacerdote, e Caifás, e João, e Alexandre, e todos quantos havia da linhagem do sumo sacerdote.
E, pondo-os no meio, perguntaram: Com que poder ou em nome de quem fizestes isto?
Então Pedro, cheio do Espírito Santo, lhes disse: Principais do povo, e vós, anciãos de Israel,
Visto que hoje somos interrogados acerca do benefício feito a um homem enfermo, e do modo como foi curado,
Seja conhecido de vós todos, e de todo o povo de Israel, que em nome de Jesus Cristo, o Nazareno, aquele a quem vós crucificastes e a quem Deus ressuscitou dentre os mortos, em nome desse é que este está são diante de vós.
Ele é a pedra que foi rejeitada por vós, os edificadores, a qual foi posta por cabeça de esquina.
E em nenhum outro há salvação, porque também debaixo do céu nenhum outro nome há, dado entre os homens, pelo qual devamos ser salvos.
Então eles, vendo a ousadia de Pedro e João, e informados de que eram homens sem letras e indoutos, maravilharam-se e reconheceram que eles haviam estado com Jesus.
E, vendo estar com eles o homem que fora curado, nada tinham que dizer em contrário.
Todavia, mandando-os sair fora do conselho, conferenciaram entre si,
Dizendo: Que havemos de fazer a estes homens? porque a todos os que habitam em Jerusalém é manifesto que por eles foi feito um sinal notório, e não o podemos negar;
Mas, para que não se divulgue mais entre o povo, ameacemo-los para que não falem mais nesse nome a homem algum.
E, chamando-os, disseram-lhes que absolutamente não falassem, nem ensinassem, no nome de Jesus.
Respondendo, porém, Pedro e João, lhes disseram: Julgai vós se é justo, diante de Deus, ouvir-vos antes a vós do que a Deus;
Porque não podemos deixar de falar do que temos visto e ouvido.
Mas eles ainda os ameaçaram mais e, não achando motivo para os castigar, deixaram-nos ir, por causa do povo; porque todos glorificavam a Deus pelo que acontecera;
Atos 4:1-21

João Bandeira

Gratidão, João Bandeira!

Agradeço a Deus, pela minha Vida,
 que o Senhor Jesus resgatou e restaurou!
Agradeço a Deus, que por Sua Graça e Misericórdia,
me permite servi-Lo com alegria!
Abraços carinhosos

0 comentários:

Postar um comentário