Com amor, todo sonho é possível

Você deve a si mesmo o amor que deu aos outros.


Bom dia, 
agradeço a Deus por mais um dia e,
pela oportunidade de falar do grande aprendizado
que tem sido a minha vida.

Nenhuma descrição de foto disponível.
Muitas vezes erramos a ordem.
 Primeiro precisamos amar a nós mesmos para depois amar o outro. 
Não tem como dar ao outro o que você não tem por você mesmo. 
Invista em você, para se amar, se cuidar, 
para aprender a ser a sua melhor versão, 
se vendo com completo valor que tens.
 Ninguém é melhor que você,
 todos podemos ser o que quisermos ser,
 basta crer e caminhar na direção dos seus sonhos.
Imagem enviada pela minha querida amiga
 é presidente da Comissão OAB Mulher RJ @marisagaudio.

A imagem pode conter: texto
Repost by @reposta.app_
———
Podemos dizer que na maior parte dos casos, ao fazer a escolha do companheiro, depositamos sem perceber diversas expectativas que se associam ao nosso prazer e bem-estar.Porém, não pensamos em alguns aspectos menos românticos como as diferenças que existem entre as pessoas, as obrigações geradas pelo relacionamento, as formas de lidar com desconfortos, entre outros.Por conta da ação de diversos mecanismo de nosso inconsciente, esperamos que a outra pessoa cumpra todos os papeis que nós mesmos designamos a ela. Projetamos as nossas necessidades e desejos e esperamos que ele ou ela vá resolver todos os nossos anseios.Com certeza você está negando isso neste momento, mas é assim que funciona na prática.Podemos fazer uma lista longa do que buscamos em um companheiro. Desejamos que seja bem-sucedido, responsável, amoroso, amigável, tolerante, bem-humorado e que seu físico esteja de acordo com nosso gosto.A lista das expectativas pode ser interminável, mas este não é o fator mais importante. A grande pergunta é: por que continuamos fracassando em nossas escolhas se nossas prioridades são tão claras?
O ESTADO MENTAL E O CONTEXTO DE VIDA.
Devemos levar em conta o contexto e o estado mental em que estamos no momento da escolha do companheiro.Se estivermos com um grande vazio emocional, existe uma tendência para atribuir qualidades exageradas ao outro, o que gera um grande risco emocional. Essa atitude está ligada a necessidades mal canalizadas e a um medo da solidão, que resultam em uma tentativa falha desde o princípio de formar vínculo com outra pessoa.Geralmente, o processo de escolha do parceiro se relaciona a um conjunto de emoções inconscientes vindas do relacionamento com nossos pais. Ou seja, da relação que constituímos com eles, principalmente na infância e também do relacionamento entre os mesmos. Isso vai determinar o funcionamento e estrutura mental em nós.Estaremos marcados por nossos primeiros vínculos durante toda a vida. Os pais que se empenham para que seus filhos desenvolvam a habilidade de pensar e estimulam o seu esforço, assim como o interesse pelo conhecimento, formam filhos saudáveis em fatores afetivos.
A imagem pode conter: flor

Durante o relacionamento abusivo 
fiquei sem falar com meus pais, 
irmãos, amigos do sul... 
achei que nunca mais teria contato com eles...
 era um jogo que eu vivia surreal, e 
parece até louco falar, mas um poder de persuasão, 
manipulação surreal,
 onde ele me fazia entender
 que todos eram contra o nosso "amor". 

Com o término,

 todos voltaram a falar comigo e conviver comigo,

 vi que mesmo eu os evitando eles sempre me amaram e

 vi que meu ex que estava tão presente

nunca soube me amar de verdade, 

nunca esteve comigo e 

nunca se importou de fato comigo,

 pois no final me deixou na rua sem ter para onde ir,

 após traição e milhares de humilhações.

Hoje sei o valor dos amigos e da família!!!

 Coisas que aprendemos ou por amor ou pela dor, 

infelizmente aprendi com a dor.

 Veja quem está contigo em todos os momentos e

 tem atitudes de amor,

 o perdão da minha família e 

amigos foram a melhor coisa que vivi 

nesse processo de reconstrução da Marilha 

que estava em frangalhos.




Gratidão,  Superação da Violência Doméstica  e
Violençia conjugal (Tété Batista),
pelas excelentes postagens que partilham.

Agradeço a Deus e, 
aos Anjos que Ele colocou em nosso caminho,
que ouviram nossas dores, temores e pavores, 
com muita paciência,
tendo sempre uma palavra de confiança e 
esperança, para nos confortar...



Agradeço a Deus, pela minha Vida,
 que o Senhor Jesus resgatou e restaurou!
Agradeço a Deus, que por Sua Graça e Misericórdia,
me permite servi-Lo com alegria!

Abraços carinhosos

0 comentários:

Postar um comentário