Com amor, todo sonho é possível

É necessário que você conheça a realidade... que já me acostumei...



Como sigo a página Violençia conjugal (Tété Batista),
que também luta pelo fim da violência à mulher,
resolvi publicar alguns posts da página,
que nos fazem refletir sobre nossa situação:

A imagem pode conter: uma ou mais pessoas e texto
Violençia conjugal (Tété Batista)

É necessário que você conheça a realidade,
que já me acostumei,
 por não existir mais chances para mim:
nem tudo são flores para as mulheres,
mesmo com a Lei Maria da Penha,
ela não é tão eficaz quanto aparenta,
ou quem nos atende nas DP's usa de subterfúgios,
para nos enganar e facilitar para o
"sujeito que é muito respeitado na cidade - o psicopata",
porque o abusador/agressor/estuprador "psicopata",
sempre tem condições de contratar advogado,
para burlar a Lei e transformar o "psicopata" em vítima,
comprando psicóloga que ateste a demência da mulher agredida.
Portanto, para denunciar abusos, agressões e estupro,
é necessário ser acompanhada por advogada (o),
que conheça os trâmites do Judiciário,
para que você possa ter seu "direito de viver sem medo",
assegurado com as Medidas Protetivas.

Aprenda que é preciso 
denunciar com segurança,
acompanhada de advogada (o),
para que você tenha 
seus direitos assegurados!
Maria Teresa

Maria Teresa

A imagem pode conter: 1 pessoa, texto

Nenhuma descrição de foto disponível. A imagem pode conter: texto
Aprenda que é preciso 
denunciar com segurança,
acompanhada de advogada (o),
para que você tenha 
seus direitos assegurados!
Maria Teresa

Nenhuma descrição de foto disponível.
Desde elas terem que provar que foram vítimas, como nos casos de assédio, seja no local de trabalho, na escola, no sindicato, partido; até nos casos de estupro e espancamento, em que quase sempre se pergunta a elas o que fizeram para que tal fato acontecesse. O
mesmo ocorre nos assassinatos. Costuma-se enumerar supostos erros das mulheres como forma de justificar o ato do homem, e como conseqüência, ela acaba sendo considerada a culpada.
Nas situações de violência sexual, para culpar as mulheres, argumentam que ela não se comportou bem, que expôs o corpo.
Nos casos de estupro, por exemplo, o discurso dos agentes do Direito reforça a ideia de que é a vítima quem deve provar que não é culpada. As poucas mulheres que denunciam essas situações são obrigadas a responder que roupa estavam usando, por onde estavam passando, pra fazer o quê... Ou seja, esses agentes continuam reproduzindo estereótipos e preconceitos sociais, inclusive de gênero.
Além disso, os homens são violentos na medida em que percebem que as mulheres estão com o amor próprio baixo, e não se sentem capazes de reagir. É muito comum que, quando um homem bate em uma mulher, ele já vinha cometendo outras formas de violência antes, tais como humilhação, xingamentos, ameaças. Isso faz justamente com que ela vá se sentindo inferior e sem forças.
Mas uma atitude que pode parecer um consentimento para a situação de violência, na verdade, revela uma relação de dependência, onde há vários mecanismos de coerção. A dependência, os sentimentos de desvalorização e de culpa acabam fazendo com que a mulher acredite que não há saída. Numa relação afetiva, esses sentimentos se misturam com a esperança de que o homem vai mudar, ou mesmo com a ideia, bastante comum,
de que ela é responsável por salvá-lo.
Daí vem a ideia de que é normal o homem ser violento, e de que cabe à mulher evitar, o que mantém as mulheres com permanente medo, humilhação e submissão. A responsabilização das mulheres (que são vítimas da situação, não culpadas por ela) faz com que a sociedade conviva com a violência e a aceite. Como se a violência masculina fosse natural, e portanto, incontrolável.
Esse pensamento joga toda a responsabilidade sobre as mulheres, elas é que devem se comportar, afinal, já sabem como são os homens; ou precisam saber escolher melhor, como se houvesse opção frente a uma realidade tão machista. Não é uma questão de escolha. Todas as mulheres estão sujeitas a enfrentar algum tipo de violência sexista.
Violençia conjugal (Tété Batista)

Aprenda que é preciso 
denunciar com segurança,
acompanhada de advogada (o),
para que você tenha 
seus direitos assegurados!
Maria Teresa



Aprenda que é preciso 
denunciar com segurança,
acompanhada de advogada (o),
para que você tenha 
seus direitos assegurados!
Maria Teresa

Se você está em situação de abuso e violência doméstica e,
não consegue se livrar do "incômodo", por estar sendo ameaçada,
procure ajuda de pessoas habilitadas:

"De mulher para mulher, vamos conversar?"

A imagem pode conter: texto
Precisa de ajuda?
Sabe de uma mulher que precise?
Compartilhem, colaborem...
Não é Amor💔
https://www.mapadoacolhimento.org/
Desabafos de Um Relacionamento Abusivo
Maria Teresa

Aprenda que é preciso 
denunciar com segurança,
acompanhada de advogada (o),
para que você tenha 
seus direitos assegurados!
Maria Teresa
A imagem pode conter: texto

a correr atrás do que temos a ganhar. 
Ficamos cegos, paralisados, não conseguimos enxergar um palmo diante do nosso nariz. 
Rodamos, rodamos, rodamos e voltamos sempre para a mesma frequência de pensamentos. 
Nós não somos feitos apenas de carne e osso, de cérebro e razão. Nós somos feitos de sonhos e de símbolos, de lágrimas e sorrisos. Nossos olhos choram ao ouvir uma música ou assistir a um filme que toca nossa alma. Nossos sentidos são aguçados não somente por aquilo que vemos, mas também pelo que imaginamos.
Porém, não aprendemos a usar nossos sentidos de forma correta. Somos ensinados o tempo todo a produzir, a competir, a consumir e a mostrar aos outros aquilo que temos, em vez de dar aos outros aquilo que somos. Até que um dia nos damos conta de estar indo de novo para o mesmo lugar. 
Óbvio, se você não muda, nada muda ! 
O que tem impedido você de avançar ? 
Qual é o primeiro passo que você pode dar no caminho que vai te conduzir até aquilo que é importante para você? 
Quais são as emoções que te impedem de ser quem você deseja ser?
Seja lá o que for que você quer para sua vida, é você quem tem que determinar, não depende de outro é você com você. 
Pare de dizer que não consegue, que é difícil, que não tem força, que não tem tempo, que não tem dinheiro, seja maior do que a sua maior desculpa. 
Houve um tempo onde eu fui a vítima da minha história, e sabe o que aconteceu comigo ? NADA, ninguém passou a me respeitar ou me amar mais. 
A vida mudou quando eu mudei !
Pare de reclamar e FAÇA !!!! Se não consegue sozinho procure ajuda, um psicólogo, ele pode te ajudar a compreender e refletir sobre as respostas que você está dando para estas perguntas. 
Identificando as barreiras que te impedem de chegar ao seu desejo fica mais fácil avançar. 
Não deixe sua vida se tornar um fardo pesado de carregar. 
Nada termina, tudo recomeça, saia do piloto automático, assuma as rédeas do seu destino, a única coisa que te impede de avançar é a sua resistência de permanecer onde está ! #PsicologaBrisaDantas 🎈💭

Aprenda que é preciso 
denunciar com segurança,
acompanhada de advogada (o),
para que você tenha 
seus direitos assegurados!
Maria Teresa

A imagem pode conter: texto
A imagem pode conter: oceano e texto
O futuro só acontece amanhã

Aprenda que é preciso 
denunciar com segurança,
acompanhada de advogada (o),
para que você tenha 
seus direitos assegurados!
Maria Teresa

A imagem pode conter: texto A imagem pode conter: textoA imagem pode conter: texto
Casa dos Espíritos
Violençia conjugal (Tété Batista)

A imagem pode conter: uma ou mais pessoas e pessoas sentadas

"Me acostumei
A ocupar toda a cama ao dormir,
A não cozinhar aos domingos
E a voltar na hora que me der na telha.

Me acostumei
A não dar explicações
E fazer o que eu gosto.
Sem que ninguém me critique.

Me acostumei
A comer na meia noite.
E a ver os meus programas favoritos,
A cantar em voz alta
E dançar por toda a casa.

Me acostumei
A receber chamadas a cada rolê
E responder mensagens muito tarde,
A sair com amigos
E viajar um ou outro fim de semana.

Me acostumei
Ao cheiro do café de manhã.
E a andar descalça pelo jardim,
A demorar quando quero me arrumar
E cancelar encontros no último momento.
Só porque sim.

Me acostumei
A mim,
Às minhas coisas,
Para a minha vida
A ficar sozinha...

Relacionamentos são para te fazer aprender a não mais sofrer e 
saber que você pode e deve ser feliz também sozinha

E é simplesmente maravilhoso..."

Arnaldo Jabor
#pararefletir
#juntassomosmaisfortes
Violência Psicológica, Relacionamento Tóxico.
Violençia conjugal (Tété Batista)

Aprenda que é preciso 
denunciar com segurança,
acompanhada de advogada (o),
para que você tenha 
seus direitos assegurados!
Maria Teresa

Agradecemos a Deus e, 
aos Anjos que Ele colocou em nosso caminho,
que ouviram nossas dores, temores e pavores,
 com muita paciência,
tendo sempre uma palavra de confiança e esperança, 
para nos confortar...

Agradecemos a Deus e às páginas do Facebook,
que nos permitem utilizar suas postagens aqui no blog.

A imagem pode conter: 1 pessoa, sorrindo, texto e close-up

Agradeço a Deus, pela minha Vida,
 que o Senhor Jesus resgatou e restaurou!
Agradeço a Deus, que por Sua Graça e Misericórdia,
me permite servi-Lo com alegria!
Abraços carinhosos

0 comentários:

Postar um comentário