Com amor, todo sonho é possível

Esta antiga tradição japonesa te torna menos esquecido


Rubem Alves_Oficial

Felizmente, depois de séculos de esquecimento humano, nossa espécie está finalmente disposta a admitir uma máxima útil: às vezes somos esquecidos. E por causa disso, podemos agir para prevenir erros não intencionais, antes que eles nos ataquem.
Gratidão, Rubem Alves_Oficial

Esta antiga tradição japonesa te torna menos esquecido


Os humanos são criaturas esquecidas, mas não por natureza. É algo que adaptamos, graças a cérebros sobrecarregados e horários estressados.
Felizmente, depois de séculos de esquecimento humano, nossa espécie está finalmente disposta a admitir uma máxima útil: às vezes somos esquecidos. E por causa disso, podemos agir para prevenir erros não intencionais, antes que eles nos ataquem.
É por isso que os pilotos trabalham sempre em pares. Os carros automáticos não começam a menos que estejam na posição correta “P”. Os editores têm regimes rigorosos de revisão (e você tem autocorreção).
A ideia de que a maioria dos erros pode ser detectados antes de causar danos é chamado de poka-yoke, uma frase em japonês que significa “prova de erros”.
Popularizado pelo engenheiro da Toyota Shigeo Shingo na década de 1960, o poka-yoke foi originalmente implementado para garantir que os trabalhadores da linha de montagem não pulassem inadvertidamente etapas do processo de produção.
Hoje, ele guia nosso mundo profissional em milhares de maneiras invisíveis. Se você começar a procurá-lo, verá que esses salvaguardas comportamentais se manifestam em grandes formas (como o lançamento de mísseis nucleares  que exige a ativação simultânea de duas chaves, proibindo uma única pessoa de lançar por conta própria).
Outro exemplo é  Microsoft Word que pergunta “você tem certeza de que deseja sair”quando tenta sair de uma janela.
E contando que você seja honesto e consciente dos erros que comete, é muito fácil inserir o poka-yoke sua própria vida cotidiana.

Veja os exemplos a seguir:

Você tem pensado em enviar um pacote para os correios, mas sempre esquece ou até mesmo o ignora ao dirigir-se ao seu carro pela manhã?
Reconheça o erro e poka-yoke-lo: coloque as chaves do carro em cima do pacote quando chegar em casa à noite, para se certificar de que você não se esqueça do pacote na manhã seguinte.
Você já esteve no meio do banho e se viu incapaz de lembrar se já lavou cabelo?
Vire o recipiente de cabeça para baixo depois de usá-lo para dizer a si mesmo que o trabalho está feito (e no início do seu próximo banho, vire-o para cima novamente).
Já enviou um e-mail e se arrependeu rapidamente depois?
Acesse as suas preferências do Gmail e clique em “Ativar desfazer envio” para conceder a si mesmo até 30 segundos para cancelar qualquer mensagem enviada.
Poderíamos continuar e continuar com exemplos em sua vida e no mundo em geral, mas a principal chave para o poka-yoke é apenas estar consciente de seus próprios erros, e se monitorar usando técnicas que o forçam a lembrar do seu objetivo.
Isso leva uma medida de inteligência emocional, então seja honesto consigo mesmo e se perdoe. Lembre-se que para criar hábitos é necessário persistência e o exercício diário do mecanismo ensinado para que tenha progresso e diminua o estresse causado por estas pequenas falhas.
Traduzido e adaptado do site: Mystical Raven
Gratidão, Rubem Alves_Oficial

Agradeço a Deus, pela minha Vida,
 que o Senhor Jesus resgatou e restaurou!
Agradeço a Deus, que por Sua Graça e Misericórdia,
me permite servi-Lo com alegria!

Abraços carinhosos

0 comentários:

Postar um comentário