Yahsat


Com amor, todo sonho é possível

Superação da Violência Doméstica

A imagem pode conter: 1 pessoa, sorrindo, atividades ao ar livre
Ela superou e vai nos contar sua estória @marilhaboldt do @superacaodaviolenciadomestica , advogada e coordenadora do GT de enfrentamento à violência da @oabmulher_rj .
Dia 29/08 - quinta feira, 11:00/18hs, no RJ, evento em parceria com a @smasdh.rj e @andradejoyce_ .
Inscrições na bio do nosso Instagram.
#vamosmulherar #vamosmulherar1ano#superacaodaviolenciadomestica #marilhaboldt#smasdh #oabmulher #oabmulherrj#leimariadapenha

 #leimariadapenha13anos#violenciadomestica

 

Sou cheia de marcas e medos, quase desisti de mim, 
por me sentir uma inútil para a minha família, que só soube me culpar, 
Deus com seu infinito amor e misericórdia, de mim se apiedou,
 me levantou e está me reconstruindo. 



Caminho devagar, lentamente, aprendendo a viver no amor de Cristo,
 aprendendo a olhar para mim com mais compaixão,
 sem me cobrar tanto, afinal sou humana e imperfeita. 
Agora, apesar de todas as minhas imperfeições, eu me amo, 
pois Deus me perdoou os defeitos, erros e falhas, aceitou o meu passado e
 me trata como sua filha, agora eu tenho paz!!!
 Eu vivo para testemunhar e agradecer a Deus por merecer a honra de ser cristã.
 Deus seja eternamente louvado e glorificado!
Maria Teresa

A imagem pode conter: texto
Bairro Amazonino Mendes

O medo do que o abusador pudesse fazer aos meus filhos,
me anulou como mãe e como pessoa!
Cada vez mais indignada, decepcionada e perplexa, quando ouvi:
- "você utiliza o método errado, o da vingança..."
Estou sendo encurralada em minha casa,
cada dia estouram mais a minha subida/descida,
enfiam um monte de cabeças de gado no meu terreno,
mantém pittbull preto solto que vive na minha chácara,
trazendo outros cachorros que já acabaram já acabaram
com minhas criações, mataram gatinhas, minha Estrelinha e
querem pegar minha Madona e
 não posso pedir as Medidas Protetivas,
porque não sei a autoria dos fatos...
Estava postando as fotos e agora tiraram do Google e
estão boicotando minha internet, para não pedir ajuda...
Clamo pelo meu "direito de viver sem medo"!
Para uma mãe cujos filhos a abandonaram à própria sorte,
que pediu ajuda, lhe negaram e ainda a acusaram...
Filho que a chamou de louca e ainda a chama, para defender o padrasto;
Filho que a ameaçou matar, se não deixasse o pai voltar para casa, quando o colocou na rua;
Filho que a ameaçou de morte, caso o pai fosse preso, quando a mãe denunciou o estupro;
Filho que se recusou ajuda-la, a agrediu verbalmente, quase chegando às vias de esbofeteá-la;
Filho que covardemente a agrediu e a colocou na rua, quando se recusou a voltar para o sujeito;
Filho que denunciou a mãe ao 180, mentindo que o pai não estava vindo aqui, na esquina do meu terreno, que a mãe é que delirava e ainda foi capaz de ir ao CREAs para confirmar que a mãe
é que delirava... (depois de ter vindo me agredir novamente)
E, o pior de tudo, é que 5 filhos foram ao CREAs e afirmaram que não acreditavam
que o pai/padrasto houvesse praticado o estupro...
Quando na verdade, eles haviam combinado com o pai o estupro,
para que eu deixasse minha casa para ele...
Eu não ia voltar, mas como foi avisado que eu havia denunciado e
passado pelo IML, o agressor não dava sossego aos meus filhos e a mim,
não tive outra escolha senão voltar.
Aí, me arrebentou toda e ameaçava quebrar a minha cara
para fazer valer a "Maria da Penha"... e,
até hoje, não me deram as Medidas Protetivas...


"Quando você se sente uma lixeira,
onde todos depositam lixo emocional,
te machucam, te causam dor e frustração,
é o momento de dar um basta."

Ele se recusa a trabalhar e ainda é muito agressivo!!! 
Veja o vídeo: >>>>>
Youtube Logo

ELE SE RECUSA A TRABALHAR - JANE RESPONDE
33:20
ELE SE RECUSA A TRABALHAR - JANE RESPONDE
Jane-Six Psicologia Social
Gratidão, Dra. Jane!

A imagem pode conter: 1 pessoa, sorrindo, texto
No Brasil cerca de 12 a 15 mulheres morrem por dia vítimas de Feminicídio pelos seus companheiros. 503 mulheres mulheres são vitimas a cada hora no Brasil. Ocorrem 5 espancamentos a cada 2 minutos no Brasil. A cada 11 minutos uma mulher é estuprada no Brasil.
.
Violência física é crime: lesão corporal até chegar ao Feminicidio.
Violência Moral é crime: injúria, calúnia e difamação
Violência Psicológica é crime: lesão corporal e tortura
Violência Sexual é crime: estupro (mesmo no âmbito do casamento).
.
O ciclo de relacionamento abusivo - fase da lua de mel com carinho, fase da tensão o companheiro se descontrola porque "a mulher fez algo que ele já tinha dito que não deveria fazer" e a fase da explosão que começa com insultos, até avançar para as violência física e chegar ao Feminicidio, depois dessa fase ele pede desculpa se arrepende mas daqui a um tempo esta na fase de tensão e explosão - ocorre que nos relacionamentos abusivos não adianta pedir desculpa, pois o ciclo se repete no início demorando mais tempo para ocorrer depois se acelere e ocorre a cada dois dias, a cada dia...
.
Violência contra a mulher é algo sério e não pode ser relativizado.
Aprenda mais sobre o assunto e aconselhe de forma responsável essa vítima, não seja conivente com o erro e abuso de outra pessoa.
.
Vida abundante é amar a esposa como Cristo amou a igreja, sem abuso mas se entregando até a morte por ela, por amor à ela... o que não ocorre de forma alguma nos relacionamentos abusivos, pois os abusadores levam a morte as suas companheiras ou por feminicídio ou por depressão devido aos abusos psicológicos e morais. Não romantize o abuso, isso não é o que Deus planejou para ninguém!

A imagem pode conter: 1 pessoa, texto
Saímos completamente vulneráveis do abuso, identidade negativa sobre nós mesmas, devido as falas do abusador. Contudo, somos pessoas incríveis e conseguimos vencer sim, você não precisa de nenhuma pessoa para ser feliz. Não deixe de encontrar a felicidade em você mesma.
Nenhuma descrição de foto disponível.
Sair do abuso da medo... medo de como se virar financeiramente, medo de estar sozinha, já que fomos ensinadas que só há pessoas felizes casadas, medo de mudar de cidade e começar tudo novo de novo, medo do que ele será capaz de fazer contigo e seus filhos com o término, medo dele ser feliz com outra e achar que o problema era contigo e não com ele... já que esta sofrendo violência psicológica.
Os medos são reais, já que a nossa "zona de conforto" , que de conforto não tem nada... parece que sabemos lidar com as explosões dele, afinal "se eu não provocar" ele até não me xinga, não me humilha, não me agride... isso não é a vida abundante que você merece. Você é fantástica e merece uma vida fantástica. Não posso falar que a jornada é tranquila, mas posso dizer que vale a pena.
Nada paga a paz que tenho hoje, nada paga as vitórias que tenho vivido (sim eles nos impedem de voar).
Tem medo? Faça um plano de fuga do abuso, analise todos os medos se são reais ou não. Eu tinha medo de me manter financeiramente, era estagiária, mas uma amiga me disse: " Marilha você é a única que trabalha naquela casa, você sustenta ele, você não irá passar fome." E assim ocorreu não passei fome. Analise fatos e não emoções, elas nos enganam.
Se tem medo das agressões planeje uma forma com seu advogado público ou privado ou Ministério Público afim de alinhar a sua saída e as decisões judiciais.
Planeje sua fugaz mas não espere demais para que não ocorra o pior contigo, ou que seja expulsa de casa como eu com uma mão na frente outra atrás.
Vocês são fortes e vencerão!!! Contem com nosso apoio e carinho.
MARILHA BOLDT


A imagem pode conter: texto
Fica a dica!!!
Seja a sua melhor versão por você e não pelo que dizem a seu respeito!!! 
Boa noite povo lindo!!!

Gratidão, Dra. Marilha Boldt!

Denuncie,
peça as Medidas Protetivas,
 se não te atenderem,
corra atrás para que Justiça seja feita,
não permita que o agressor saia impune!
 Se não tens como te livrar,
desse relacionamento opressivo,
obsessivo e possessivo,
se estás em situação de violência e/ou risco,
se estás sendo ameaçada:
Denuncie 180
Antes que ele te mate...
Busque ajuda profissional
(psicológica/psiquiátrica),
porque sozinha,
 não dá para enfrentar essa barra.
Portanto, para denunciar abusos, agressões e estupro,
é necessário ser acompanhada por advogada (o),
que conheça os trâmites do Judiciário,
para que você possa ter seu "direito de viver sem medo",
assegurado com as Medidas Protetivas.

Agradecemos a Deus e, 
aos Anjos que Ele colocou em nosso caminho,
que ouviram nossas dores, temores e pavores, com muita paciência,
tendo sempre uma palavra de confiança e esperança, 
para nos confortar...
Agradeço a Deus, pela minha Vida,
 que o Senhor Jesus resgatou e restaurou!
Agradeço a Deus, que por Sua Graça e Misericórdia,
me permite servi-Lo com alegria!
Abraços carinhosos

0 comentários:

Postar um comentário