Yahsat


Com amor, todo sonho é possível

"Um fantasma chamado relacionamento abusivo"



Postagens da página CHEGA DE VIOLÊNCIA CONTRA A MULHER - facebook

A imagem pode conter: texto
Hoje é o dia nacional de luta contra a violência à mulher, sabemos que a nossa realidade ainda está bem distante do que deveria ser. Porém sonho com o dia em que teremos igualdade e equidade de direitos, de vida. Queria que não fosse preciso leis específicas, mas ainda o é. Que sigamos firmes, fortes e juntas na luta! ❤️ Contem comigo! #advocaciafeminista #lutafeminina #violenciadegenero

#paracegover Imagem com mãos erguidas e punhos cerrados em sinal de força e emponderamento com a frase: “10 de outubro - Dia Nacional de Luta contra a Violência contra a mulher “.

A imagem pode conter: 1 pessoa, sorrindo, texto
O Feminicídio é, na verdade, uma qualificadora do crime de homicídio. Foi colocado em vigor pela Lei 13.104, de 9 de março de 2015. O feminicídio é, inclusive, um crime hediondo.  #feminicidio #advocaciafeminista #violenciadegenero


Advocacia de Mulher para Mulher
Entrevista concedida à repórter Fernanda Testa do jornal “ACidade ON”, de Ribeirão Preto-SP. Falei um pouco sobre relacionamentos abusivos e a Lei Maria da Penha (Lei n. 11.340/2006).


A imagem pode conter: texto
O Setembro Amarelo passou, mas o suicídio e a violência contra a mulher devem ser assuntos constantes. A mulher que passa por essa situação carrega inúmeros traumas físicos, psicológicos e até fatais. Se você é/foi vítima, procure apoio profissional. #ParaCegoVer Imagem com a frase: “39% das mulheres que passaram por violência já tiveram pensamentos suicidas.” Fonte: Faculdade de Medicina da Universidade Federal do Ceará. #advocaciafeminista #violenciadegenero #estupro
A imagem pode conter: texto
#paracegover Imagem com a frase: ““sexo exige o consentimento dos dois se uma pessoa está ali deitada sem fazer nada porque não está pronta
ou não está no clima
ou simplesmente não quer
e mesmo assim a outra está fazendo sexo com seu corpo
isso não é amor
isso é estupro”, de @rupikaur_ #rupikaur #advocaciafeminista #estupro #estuproécrime

A imagem pode conter: 1 pessoa, texto
- Mostre a ela que você está disposta/o a ajudar e a ouvir;
- Nada de duvidar, negar, discordar ou julgar. Apenas acredite;
- Sem perguntas invasivas. Se a vítima se sentir confortável, deixe que ela conte. Nada de insistência;
- Procurar outros meios de ajuda (médica, policial etc.) é essencial, incentive-a, mas não a force;
- Não diferencie a forma que ela será tratada depois que te contar, a vítima continua sendo a mesma pessoa;
- Tome cuidado com as palavras, isso pode influenciar negativamente o processo de cura e enfrentamento da vítima;
- Não minimize o que ela sente;
- Não seja insensível e não reforce a culpa que ela já está sentindo;
- Saiba guardar segredo. Não seja fofoqueiro/a;
- Respeite o tempo dela!

#paracegover Imagem de uma mulher com uma coroa na cabeça e assoprando folhas douradas e a frase: “Como ajudar uma vítima de Estupro?”

Decisão proferida pela Segunda Turma do Supremo Tribunal Federal no RHC 133043, julgado em 10/05/2016.

HABEAS CORPUS. CONSTITUCIONAL. LESÃO CORPORAL. VIOLÊNCIA DOMÉSTICA. PRETENSÃO DE APLICAÇÃO DO PRINCÍPIO DA INSIGNIFICÂNCIA: IMPOSSIBILIDADE. ORDEM DENEGADA. 1. Para incidência do princípio da insignificância devem ser relevados o valor do objeto do crime e os aspectos objetivos do fato, a mínima ofensividade da conduta do agente, a ausência de periculosidade social da ação, o reduzido grau de reprovabilidade do comportamento e a inexpressividade da lesão jurídica causada. 2. Na espécie vertente, não se pode aplicar ao Recorrente o princípio pela prática de crime com violência contra a mulher. 3. O princípio da insignificância não foi estruturado para resguardar e legitimar condutas desvirtuadas, mas para impedir que desvios de conduta ínfimos, isolados, sejam sancionados pelo direito penal, fazendo-se justiça no caso concreto. 4. Comportamentos contrários à lei penal, notadamente quando exercidos com violência contra a mulher, devido à expressiva ofensividade, periculosidade social, reprovabilidade do comportamento e lesão jurídica causada, perdem a característica da bagatela e devem submeter-se ao direito penal. 5. Recurso ao qual se nega provimento.
(RHC 133043, Relator(a): Min. CÁRMEN LÚCIA, Segunda Turma, julgado em 10/05/2016, PROCESSO ELETRÔNICO DJe-105 DIVULG 20-05-2016 PUBLIC 23-05-2016)

#violenciadegenero #advocaciafeminista #mulheradvogada

A imagem pode conter: texto

#paracegover Imagem com a frase: “A falta de informação é uma violência; Os maus tratos são uma violência; A indiferença é uma violência; E as mulheres têm o direito de se defender.” #violenciadegenero #advocaciafeminista #girlpower

A imagem pode conter: 1 pessoa
Ando lendo alguns livros para um projeto futuro que está em seus primeiros passos (🥺). Esse livro é formado por um conjunto de artigos de vários profissionais de áreas distintas (como a @lainacrisostomo, @silvinhachakian e @papodehomem). E, sério: QUE LIVRO! Linguagem acessível, trata sobre violência doméstica e familiar com muita sensibilidade, tem muito conteúdo variado. A obra foi produzida pelo @ipatriciagalvao em conjunto com a @paulinasbrasil Recomendo demais! ❤️ #literaturafeminista #advocaciafeminista #violenciadegenero



Agradeço a Deus, pela minha Vida,
 que o Senhor Jesus resgatou e restaurou!
Agradeço a Deus, que por Sua Graça e Misericórdia,
me permite servi-Lo com alegria!
Abraços carinhosos

0 comentários:

Postar um comentário