Com amor, todo sonho é possível

Quando eu estiver louco, se afaste...


Texto excelente e leve da Martha Medeiros,
de pessoas difíceis você consegue se afastar,
mas de psicopata,
não há como se livrar,
1º ele não avisa;
2º ele não se acha difícil;
3º ele "se acha" a melhor e
mais respeitada pessoa do mundo!
E, porque ele gruda em você e
enquanto não tirar tudo de você,
ele não vai te deixar,
como eles dizem:
- "Comigo, é até que a morte nos separe."
Maria Teresa

Hoje em dia, se alguém chegar perto de mim avisando “sou uma pessoa difícil”, desejo sorte e desapareço em três segundos. Já gastei minha cota de paciência com esses difíceis que utilizam seu temperamento infantil e autocentrado como álibi para passar por cima dos sentimentos dos outros feito um trator, sem ligar a mínima se estão magoando..."
Rubem Alves_Oficial

“Quando eu estiver louco, se afaste” , texto por Martha Medeiros
 A Grande Arte De Ser Feliz


Há que se respeitar quem sofre de depressão, distimia, bipolaridade e demais transtornos psíquicos que afetam parte da população. Muitos desses pacientes recorrem à ajuda terapêutica e se medicam a fim de minimizar os efeitos desastrosos que respingam em suas relações profissionais e pessoais. Conseguem tornar, assim, mais tranquila a convivência.
Mas tem um grupo que está longe de ser doente: são os que simplesmente se autointitulam “difíceis” com o propósito de facilitar para o lado deles. São os temperamentais que não estão seriamente comprometidos por uma disfunção psíquica – ao menos, não que se saiba, já que não possuem diagnóstico. São morrinhas, apenas. Seja por alguma insegurança trazida da infância, ou por narcisismo crônico, ou ainda por terem herdado um gênio desgraçado, se decretam “difíceis” e quem estiver por perto que se adapte. Que vida mole, não?
Tem uma música bonita do Skank que começa dizendo: “Quando eu estiver triste, simplesmente me abrace/ quando eu estiver louco, subitamente se afaste/ quando eu estiver fogo/ suavemente se encaixe…”. A letra é poética, sem dúvida, mas é o melô do folgado. Você é obrigada a reagir conforme o humor da criatura.

Antigamente, quando uma amiga, um namorado ou um parente declarava-se uma pessoa difícil, eu relevava. Ora, estava previamente explicada a razão de o infeliz entornar o caldo, promover discussões, criar briga do nada, encasquetar com besteira. Era alguém difícil, coitado. E teve a gentileza de avisar antes. Como não perdoar?
Já fui muito boazinha, lembro bem.
Hoje em dia, se alguém chegar perto de mim avisando “sou uma pessoa difícil”, desejo sorte e desapareço em três segundos. Já gastei minha cota de paciência com esses difíceis que utilizam seu temperamento infantil e autocentrado como álibi para passar por cima dos sentimentos dos outros feito um trator, sem ligar a mínima se estão magoando – e claro que esses “outros” são seus afetos mais íntimos, pois com colegas e conhecidos eles são uns doces, a tal “dificuldade” que lhes caracteriza some como num passe de mágica. Onde foi parar o ogro que estava aqui?
Chega-se a uma etapa da vida em que ser misericordioso cansa. Se a pessoa é difícil, é porque está se levando a sério demais. Será que já não tem idade para controlar seu egocentrismo? Se não controla, é porque não está muito interessada em investir em suas relações. Já que ficam loucos a torto e direito, só nos resta se afastar, mesmo. E investir em pessoas alegres, educadas, divertidas e que não desperdiçam nosso tempo com draminhas repetitivos, dos quais já se conhece o final: sempre sobra para nós, os fáceis.
(Autor: Martha Medeiros)
Rubem Alves_Oficial

A verdade sobre momentos difíceis.


Agradeço a Deus, pela minha Vida,
 que o Senhor Jesus resgatou e restaurou!
Agradeço a Deus, que por Sua Graça e Misericórdia,
me permite servi-Lo com alegria!
Abraços carinhosos

Eu te denuncio e te repudio em nome de Jesus!


Como age o cérebro do mentiroso?
Eu te denuncio e te repudio em nome de Jesus!


Está sendo preparado um novo dia e uma nova vida.
 Não resista. 
#novavida #renascer #vencerastrevas#abusonuncamais 
#abusonarcisista#superasasparavitimasdepsicopata

O psicopata/abusador/manipulador/mentiroso/invejoso/perverso
é muito hábil em escolher a sua vítima e,
como uma serpente ardilosa, a encanta e envolve de tal forma,
 que ela que sempre foi uma mulher de fibra e fé,
 sucumbe diante de uma afirmação tão castradora:
-"Casamento para mim é para sempre, até que a morte nos separe!"

"Palavras não me seduzem, mas as atitudes e ameaças,
essas sim, me dizem tudo sobre a pessoa."
Maria Teresa


Alba Maria Piva

Diante dessa situação,
procurei advogados para me divorciar,
mas precisava de provas, de novo eu não tinha provas e,
agora, eu era mãe de 5 filhos, não podia, simplesmente,
catar meus filhos e sumir, já havia perdido a minha casa,
fiz tantas coisas erradas, que estava prestes a perder meu emprego...
Eu não via saída, estava sendo abusada,
violentada de todas as formas e o predador, impassível,
só aguardando que eu me matasse para se apropriar de minha vida...
Não resisti, meu corpo não aguentou e o stress me derrubou...
O que ocasionou em minha invalidez profissional,
parte da minha memória se foi, mas,
Deus me proporcionou ser atendida por excelentes profissionais e,
em gratidão a Nosso Senhor Jesus Cristo,
 pela vida que me restaurou,
 eu procuro oferecer a Ele e dar meu testemunho por estar viva,
para que mulheres em situação de abuso/violência/risco,
possam se libertar das garras de um psicopata/perverso...
Maria Teresa

Eu te denuncio e te repudio em nome de Jesus!

Agradeço a Deus pela oportunidade de conhecer e
receber o excelente material da psicanalista Dra. Julia Bárány,
"para sobreviventes de psicopatas"
a quem pedi licença para publicar aqui.

Gratidão,  Dra. Julia Bárány!

Veja os dois vídeos abaixo

1)  me sinto mal perto de ah, 

deve ser bobagem minha


2) armadura muscular de proteção

 #abusopsicologico #abuso #PSDT
Superasas - para sobreviventes de psicopatas

Não posso mudar o que passou,
mas posso me recusar a aceitar as chantagens emocionais dos filhos,
todos são maiores de idade, todos são responsáveis por si,
se o pai de vocês os está ameaçando, denunciem,
mas por favor, não cometam perjúrio por ele,
porque o Ministério Público está investigando e,
você que me denunciou, a mando dele,
sabe muito bem que seu pai estava vindo aqui,
portanto,
eu não vou pedir às pessoas para serem minhas testemunhas,
por saber que seu pai vai atrás para ameaçar ou mandar matar,
assim como não permito que nenhuma pessoa me defenda,
em situação de risco, como você mesmo disse:
- "Se ele tentar te agredir, todos te conhecem e vão te defender."
Não aceito!
Cabe ao Ministério Público expedir medidas que restrinjam e
limitem o criminoso de chegar perto de mim.

Deus está comigo, eu acredito!

E, se eu tive que passar por tudo o que eu passei,
foi por permissão de Deus,
para saber do que um predador é capaz e,
que somente, Jesus Cristo pode nos libertar!
Eu te denuncio e te repudio em nome de Jesus!
Maria Teresa

“Conhecereis a verdade e a verdade vos libertará!” (Jo 8,32)

A imagem pode conter: 1 pessoa, texto
Relações Abusivas & Narcisismo Perverso

Eu te denuncio e te repudio em nome de Jesus!

#fe

Por que a Justiça não me dá as Medidas Protetivas?

Conheça as medidas protetivas previstas pela Lei Maria da Penha
Sei que se o psicopata quiser me matar,
não há Medidas Protetivas que o vão segurar,
mas também sou consciente que mesmo "doente mental",
eu tenho direito a Medidas Protetivas e,
que jamais, um delegado poderia aceitar um atestado falso,
arquivar os BO's com laudo pericial do IML e
 simular abrir uma representação contra o criminoso.
Assim, quem foi condenada fui eu,
que por pânico, não saio mais de casa...
Maria Teresa

A imagem pode conter: uma ou mais pessoas e texto
Alba Maria Piva




A imagem pode conter: gato e texto
#vamosfalarmaisclaro
Agradeço a Deus, pela minha Vida,
 que o Senhor Jesus resgatou e restaurou!
Agradeço a Deus, que por Sua Graça e Misericórdia,
me permite servi-Lo com alegria!
Abraços carinhosos

Há abusos que não deixam feridas na pele, mas na alma.


Agradeço a Deus pela oportunidade de conhecer e
receber o excelente material da psicanalista Dra. Julia Bárány,
"para sobreviventes de psicopatas"
a quem pedi licença para publicar aqui,
assim sendo, à medida que receber,
farei a publicação.
Gratidão,  Dra. Julia Bárány!



Há abusos que não deixam feridas na pele, mas na alma


Há abusos que não deixam vestígios físicos, mas emocionais, abrindo feridas difíceis de cicatrizar e curar. Situações protagonizadas pelo domínio de uma pessoa sobre outra, onde o desprezo, a ignorância ou a crítica são os principais elementos de um relacionamento.
Uma palavra, um gesto ou simplesmente um silêncio pode ser suficiente para lançar uma adaga direta em nosso coração. Um coração que vai se debilitando pouco a pouco, sendo anestesiado antes de qualquer possibilidade de rebelião, porque o medo e a culpa foram estabelecidos.
O abuso emocional é um processo de destruição psicológica no qual a força emocional de uma pessoa é completamente violada.
Seduzir para aprisionar
O abuso emocional é uma realidade muito presente em nossos dias que não entende idade, sexo ou status social. Seja no casal ou na família ou até no trabalho, todos nós podemos ser vítimas dessa situação em qualquer momento de nossas vidas.
O perigo de abuso desse tipo são suas conseqüências e sua capacidade de passar despercebida. O abuso emocional é um processo silencioso que, quando dá a cara, já faz muito tempo desde que se originou, tendo consequências devastadoras para a pessoa que foi vítima.
Seu início é lento e silencioso, exercido por uma pessoa disfarçada de encanto, com o objetivo de seduzir suas vítimas para capturá-las, principalmente nos relacionamentos. Desta forma, a realidade que o abusador mostra é uma realidade falsa, cheia de promessas e desejos que nunca se tornarão realidade.
“O abusador vai preparando o terreno para que a outra pessoa caia em suas rédeas pouco a pouco e assim ter êxito finalmente em influenciá-la, dominá-la e privá-la de qualquer liberdade possível.”
O poder da prisão mental
O abuso emocional é um potente veneno que destrói a identidade da pessoa, roubando-lhe a força emocional. Ocorre indiretamente, através das grades abertas, que deixam entrar a insinuação que busca culpar e instilar a dúvida nas vítimas.
A vítima do abuso emocional encontra-se presa em uma prisão mental de deficiência e insegurança em que sua auto-estima enfraquece pouco a pouco.
Assim, quando a vítima já foi aprisionada, o abusador começa a se descobrir na frente dela por meio de desprezo, críticas, insultos ou até silêncios. Portanto, os traços desses abusos não são físicos e não há ferimentos visíveis na pele da vítima, porque o abuso emocional é exercido através de palavras, silêncios ou gestos.
Tanto é o dano que é exercido nestas situações que o medo de agir para libertar-se é visto em muitos casos como um impossível. A prisão mental é tão sólida que a vítima entra em uma situação profunda de desamparo, que não consegue imaginar sair.
As feridas invisíveis na alma
As feridas do abuso emocional são feridas profundas que atingem os recessos mais profundos do interior da vítima. Elas não podem ser vistas ou ouvidas, mas são terrivelmente sentidas pela pessoa que as sofre. Feridas escondidas para os outros, mas profundamente dolorosas para a pessoa que sofre.
“As feridas do abuso emocional criam um profundo buraco na auto-estima da pessoa, quebrando toda avaliação positiva de si mesma.”
São feridas originadas pelo desprezo e desqualificações que o abusador dirige à vítima. Feridas invisíveis e enraizadas no medo, culpa e dúvida que arrebatam a crença de qualquer possibilidade de agir para se livrar da situação em que a vítima está.
Essas feridas sangram não apenas em cada encontro, mas também na expectativa de que possam ocorrer. O importante é que a pessoa não dê por perdida a possibilidade de abandonar a situação em que se encontra e que leve em conta que essas feridas podem ser consertadas com ajuda.
Como consertar as marcas do abuso emocional na alma?
Nestes casos, o fator mais importante é que a vítima possa identificar a situação em que se encontra presa, onde carrega toda a responsabilidade e culpa que o agressor a induziu. Portanto, tornar-se consciente de que estamos em um processo de abuso emocional é o primeiro passo para sermos livres.
Uma vez que sabemos onde estamos imersos, recuperar nossos entes queridos e apoiá-los para que eles possam facilitar a saída desta situação nos ajudará a avançar. Pouco a pouco, com seus gestos de amor e carinho, podemos preencher algumas lacunas que surgiram em nosso interior.
Além disso, buscar ajuda de um profissional especializado nos facilitará a reconstruir nossa identidade e auto-estima, para reparar todas aquelas feridas emocionais invisíveis que habitam nosso interior. Dessa forma, podemos nos encontrar novamente com nós mesmos.
Reparar as marcas do abuso emocional em nossa alma não será um processo simples e rápido, mas complexo e lento. No entanto, a satisfação de nos encontrarmos novamente sempre valerá a pena.
Finalmente, não podemos esquecer que cada um de nós também pode causar feridas na alma dos outros quando desprezamos, ignoramos ou criticamos sem ter que chegar a situações de abuso emocional. As palavras e os nossos gestos são uma espada de dois gumes que deve ser cuidada …

Gratidão,  Dra. Julia Bárány!

Moça, não aceite esse inferno em sua vida!

Denuncie,
peça as Medidas Protetivas,
 se não te atenderem,
corra atrás para que Justiça seja feita,
não permita que o agressor saia impune!
 Se não tens como te livrar,
desse relacionamento opressivo,
obsessivo e possessivo,
se estás em situação de violência e/ou risco,
se estás sendo ameaçada:
Denuncie 180
Antes que ele te mate...
Busque ajuda profissional
(psicológica e/ou psiquiátrica),
porque sozinha,
 não dá para enfrentar essa barra.
Maria Teresa


A imagem pode conter: texto


#vamosfalarmaisclaro

Agradeço a Deus, pela minha Vida,
 que o Senhor Jesus resgatou e restaurou!
Agradeço a Deus, que por Sua Graça e Misericórdia,
me permite servi-Lo com alegria!
Abraços carinhosos

O "CONFLITO" DE DEUS É NOSSA PAZ!


Isto é estar em Cristo. Isto é ser habitado e habitar Deus.
Eu creio...
A cada nova postagem de Café com Deus,
 somos surpreendidos com textos super especiais:

O “CONFLITO” DE DEUS É NOSSA PAZ!


O “CONFLITO” DE DEUS É NOSSA PAZ!

Em Deus tudo o que é imutável é revogável por Ele mesmo!

“Se o negarmos, Ele por Sua vez nos negará. Se somos infiéis, Ele todavia permanece fiel, pois de modo algum pode negar a Si mesmo”.

A implicação disso é o que acima afirmei; ou seja: Em Deus tudo o que imutável é revogável por Ele mesmo!

E por quê?

Porque quando o negamos tudo o que Ele nos diz é imutável até que nos arrependamos, até a nossa mudança de mente, mude o que em Deus antes era Imutável. Posto que o arrependimento faz com que Ele revogue tudo quanto antes seria imutável.

Assim, em Deus tudo o que imutável é revogável por Ele mesmo!

Para mim esta é a única maneira possível de ler as Escrituras, e ver tantas profecias peremptórias em seus vaticínios finais e trágicos, subitamente darem lugar a algo como “E eis que naqueles dias me buscarão, e eu, o Senhor, me compadecerei deles”.

Muitas vezes o que precede a essa revolução “existencial” em Deus, o que vem antes dessa Leviandade de Deus ante palavras antes tão definitivas de juízo — é algo do tipo: “Eu, o Senhor, digo: Em ti jamais se ouvirá a voz do noivo e da noiva; nem haverá festas, nem as danças, e nem a tuas celebrações solenes”.

Entretanto, Deus não resiste o encontro com o arrependimento. Ele é completamente vulnerável ao quebrantamento humano. Ele é como Oséias que acolhe Gomer. Ele é como o Pai do Pródigo.

E por quê?

Porque Ele é como o Filho ante o amor do Pai pelo mundo: se dá ao Pai.

Ele é como o Pai em seu amor pelo Filho: o entrega ao mundo.

Ele é como o Filho em Seu amor pelo Pai: satisfaz ao Pai pelo mundo.

Nele nós todos somos filhos no Filho. De tal modo que no Filho temos nossa própria presença diante de Deus.

Isto é estar em Cristo. Isto é ser habitado e habitar Deus. Isto é habitar o ambiente intimo no qual qualquer coisa de Deus só é imutável até que o arrependimento provoque sua revogabilidade como decisão do Deus que não pode negar-se a si mesmo quando não mais O negamos em nosso coração e nem em nossa boca.

Deus não é leviano. Mas se Nele a Misericórdia triunfa sobre o Juízo, então, é porque Nele tudo o que é imutável é revogável mediante o arrependimento dos homens; provocando aquilo que no Velho Testamento, em linguagem psico – antropológica, se chama de “arrependimento de Deus”— “… e o Senhor se arrependeu…”

O Deus Fiel se arrepende ante o arrependimento humano!

E como Ele não sabe negar quem o confessa com a boca e o coração, então, tudo quanto Ele disse que seria imutável, muda, de súbito, num abrir e fechar de olhos, ao soar a trombeta da Graça; e, assim, o que era imutável se torna revogado pela Lei do Amor; e que vence toda Lei Irrevogável apenas para a morte e o castigo.

O Deus que manda que se arrependa e que a Ele se peça perdão pelas nossas dívidas, dívidas que não sendo perdoados em nós tornam-se os cânceres de nosso ser — ao declarar que devemos a Ele assim orar, manifesta o mesmo principio de Sua natureza; a saber: Em Deus tudo o que é imutável é revogável por Ele mesmo!

E como os dons e a vocação de Deus são irrevogáveis, sabe-se que até o que é imutável, será salvo de sua imutabilidade. Pois, nesse caso, o juízo não muda em si, mas mudando-se o coração dos réus, muda-se a sentença.

E como arrependimento é dom de Deus, é Graça, então, todo aquele que é de Deus, de Deus será para sempre; pois o Deus que torna a Lei da Revogabilidade a Única Lei Imutável, pois é Lei da Graça — Ele mesmo nos concede o arrependimento que revogará tudo aquilo que foi pronunciado como Imutável contra nós.

O Imutável é como o amor de Vinícius de Moraes: é imutável enquanto dura. Enquanto não chega o arrependimento!

Mas as misericórdias do Senhor vão de eternidade a eternidade!

Creia e Viva!


Nele, que é Imutável em Sua capacidade de Mudar para Permanecer Imutável no amor,
Caio Fábio
Gratidão, Pastor  Luciano Maia

Agradeço a Deus, pela minha Vida,
 que o Senhor Jesus resgatou e restaurou!
Agradeço a Deus, que por Sua Graça e Misericórdia,
me permite servi-Lo com alegria!
Abraços carinhosos

Quando o amor é uma armadilha!


Agradeço a Deus pela oportunidade de conhecer e
receber o excelente material da psicanalista Dra. Julia Bárány,
"para sobreviventes de psicopatas"
a quem pedi licença para publicar aqui,
assim sendo, à medida que receber,
farei a publicação.
Gratidão,  Dra. Julia Bárány!

A imagem pode conter: texto

A imagem pode conter: texto

A imagem pode conter: texto

A imagem pode conter: texto

Nenhuma descrição de foto disponível.

Entrevista veiculada no programa Ressoar (Record News), com a psicanalista Júlia Bárány, autora do livro "O Mal disfarçado de Bem - Manual de sobrevivência para vítimas de psicopata". Saiba como identificar psicopatas e como agem em sociedade. Acesse e compartilhe! #psicopatas#psicopatia #transtornodepersonalidade #Ressoar #InstitutoRessoar#psicologia #psicanalise #BaranyEditora #RecordNews #namidia

YOUTUBE.COM

Gratidão, Julia Bárány!

Denuncie,
peça as Medidas Protetivas,
 se não te atenderem,
corra atrás para que Justiça seja feita,
não permita que o agressor saia impune!
 Se não tens como te livrar,
desse relacionamento opressivo,
obsessivo e possessivo,
se estás em situação de violência e/ou risco,
se estás sendo ameaçada:
Denuncie 180
Antes que ele te mate...
Busque ajuda profissional
(psicológica e/ou psiquiátrica),
porque sozinha,
 não dá para enfrentar essa barra.
Maria Teresa



Agradeço a Deus, pela minha Vida,
 que o Senhor Jesus resgatou e restaurou!
Agradeço a Deus, que por Sua Graça e Misericórdia,
me permite servi-Lo com alegria!
Abraços carinhosos